Se carregar compras na bike é tarefa para um bom bagageiro e par de alforjes, saiba que dá para transportar muito mais com um reboque. Isso mesmo. Esse sistema de levar além de objetos, crianças, animais de estimação e cargas pesadas não é novidade. Contudo, hoje está em alta e você pode tirar proveito do melhor que tem a oferecer.

Há alguns anos as ciclovias e ciclofaixas eram bem mal vistas por alguns grupos da sociedade. Hoje, com a mudança no fluxo do trânsito e rotina das pessoas, provocada pela pandemia do novo coronavírus, a mesa parece ter virado.

O que era um problema se tornou solução, e com mais ciclovias e pessoas pedalando, há espaço seguro para usar um reboque de bike. Se você ainda não conhece esse equipamento, neste post vamos mostrar todos os modelos, vantagens que podem fazê-lo o seu melhor parceiro de pedal!

O que é um reboque de bike?

Reboque para bike, carretinha

Créditos: Unsplash

Sabe aqueles carrinhos que andam acoplados ao lado de motos? Um reboque de bike tem quase o mesmo conceito, mas funciona com muito mais vantagens.

Os reboques são peças como carretinhas engatadas na bike com um braço articulado. Esses equipamentos funcionam para dar um espaço extra que a bicicleta não tem, permitindo levar desde bagagens a crianças.

Uma vez acoplado, o reboque traz muito mais espaço para se levar compras, crianças em passeios e até mesmo o seu animal de estimação. Para cada função dessas há um reboque específico que te ajuda muito.

Quais são os tipos de reboque para bike?

Há vários modos de usar reboques de bicicleta, alguns modelos funcionam até para mais de uma carga. O que é uma ótima ideia se você precisa de um espaço extra para levar compras durante a semana e as crianças no sábado e domingo para passear.

Reboque para carga

Os reboques de bike que transportam cargas são dos mais variados tamanhos e modelos. Carga aqui quer dizer desde compras de supermercado e feira a transportar galões de água, pequenos móveis e objetos de tamanho compacto ou médio.

Logo, além de funcionar para um uso urbano comum, para fazer as suas compras de casa, esse modelo serve para trabalhar. Assim, vender alimentos e outros produtos fica muito mais prático e econômico com um desses, se você precisar.

Reboque para bike, carga

Créditos: Unsplash

Reboque para bagagem

Se você quer fazer uma cicloviagem e já sabe que a maior parte do trajeto será em asfalto ou estradão de terra sem muitos obstáculos, esse modelo é perfeito. O reboque de bike para bagagem pode levar tudo o que você precisa para viajar sob duas rodas.

Reboque para animais

Alguns dos modelos de reboques para bike servem para levar animais. Entre os exemplares, podem ter os mesmos que carregam crianças, enquanto outros são específicos para pets. O que eles têm de diferente nesses casos é basicamente a altura do reboque.

Os reboques para levar animais geralmente são mais altos para evitar que o animal pule duramente o passeio, garantindo mais segurança a você e a ele.

Reboque para crianças

Um dos tipos de reboques de bike serve para levar crianças. Com limites de peso definidos, proteção contra chuva e poeira, e cinto de segurança, você consegue levar pequenos de várias idades. Inclusive, há modelos com suporte para levar até duas crianças, como se fosse um carrinho de bebê para gêmeos.

Reboque para bike, crianças

Créditos: Unsplash

Reboque para alforjes extras

Para dar conta de fazer cicloviagens que são bem longas e para quando o espaço dos bagageiros dianteiro e traseiro já foi 100% preenchido, os reboques para alforjes são perfeitos.

Eles funcionam como um mini carrinho acoplado atrás da roda traseira, com designs que levam dois alforjes laterais ou apenas um em cima. O importante para usar essa peça é não carregar peso demais, para não prejudicar frenagens e curvas.

Quais são os cuidados ao usar um reboque para bicicleta?

Se você está curtindo a ideia de usar uma carretinha para puxar mais carga na sua bike, tenha cuidado porque com esse equipamento extra a pedalada fica diferente.

Abrir o ângulo em curvas

Assim como caminhões com grandes carretas fazem curvas abertas e andam com muito mais cuidado, pedalar com um reboque para bike também exige o mesmo.

Um dos primeiros pontos a se preocupar durante o pedal é na hora de fazer curvas. Como a bicicleta fica “alongada”, toda virada à esquerda e à direita exigem mais distância e ângulo para entrar e sair da curva.

Além disso, é preciso evitar buracos e desníveis nessas horas, e reduzir a velocidade para você e a carreta não correrem o risco de tombar.

Evitar desníveis de subidas e descidas

Descer o meio fio de mountain bike, urbana ou speed é uma coisa, agora fazer o mesmo com um reboque acoplado deve ser evitado ao máximo.

O primeiro motivo é que o impacto na hora da descida pode derrubar a carga e você vai junto nessa. Outro ponto é que com o peso extra atrás, é preciso ter mais força para empurrar a bike acima.

Também, evitar as descidas e subidas em desnível muito grande previne a quebra de alguma peça do equipamento e também de pneus furados pelo impacto.

Não pedalar em locais estreitos

Na cidade, hora ou outra você sai da rua e pedala nas calçadas. Quando não faz isso, pedala na rua entre os carros e outros ciclistas. Para essas e outras situações, os lugares estreitos aparecem, e você deve evitá-los.

Trechos muito estreitos podem causar acidentes quando você está rebocando um carrinho. O motivo é que a sua bike pode passar na área com facilidade, mas a sua bagagem não. E ela pode emperrar ou tombar.

Por isso, sempre prefira locais bem largos para pedalar melhor e ter mais controle para guiar a carretinha atrás, sem riscos.

Reboque para bike, bagagem

Créditos: Pinterest

Respeitar o limite de peso

Todos os modelos de reboques para bike têm limites de peso que devem ser seguidos, para evitar acidentes dos menos aos mais graves. E, além disso, as bicicletas também têm limites nesse sentido.

Portanto, para pedalar com um reboque de forma segura, sempre veja qual é o limite de peso da sua bicicleta também. Some o seu peso, mais a bagagem e bolsas que leva, mais o reboque.

Afastar-se de locais muito movimentados

Para pedalar com o reboque de bike, com tranquilidade nas ruas e estradas, evite lugares muito movimentados. Porque rodar com uma carga extra de peso e tamanho exige baixa velocidade.

A mesma dica serve para ciclovias e ciclofaixas, e para pedalar nesses lugares com mais segurança, também busque os horários em que eles estão mais vazios.

Proteger-se ou não pedalar na chuva

Se caso você estiver pedalando com o reboque de bike e começar a chover, a não ser que você esteja com roupas para chuva e o carrinho tenha capa, evite continuar.

Na chuva, a visibilidade dos motoristas é prejudicada, e isso aumenta o risco de eles baterem no reboque. Vá apenas sob chuva, se você conseguir transitar por ciclovias e locais onde há espaço seguro o suficiente para pedalar.

Por que usar um reboque pode ser uma boa ideia?

Reboque para bike, cachorroCréditos: Pinterest

Você pretende aproveitar a bicicleta como um meio de transporte, além de usá-la para passear aos finais de semana? Então o reboque de bike pode ser uma ótima ideia para o seu caso.

Com possibilidades de levar cargas durante a semana, roupas e suprimentos, ou mesmo o seu cãozinho em passeios curtos, o equipamento é bom a longo prazo.

Para quem trabalha fora principalmente, a carretinha ajuda muito quando você precisa fazer compras no mercado e levar para casa. E se você tem filhos, passear com eles aos finais de semana e feriados com segurança, fica mais prático.

De todo, o reboque para bike vai crescer com o uso da bicicleta, que tem se tornado opção de transporte, lazer e um meio de ter mais saúde e economia.

Com o tempo, a tendência é a de que as vias sejam até adequadas para se usar os reboques. Uma boa para começar a usar um já, se atender ao que você precisa.

Você já conhecia esse equipamento para bike? O que acha da ideia? Pretende usar um? Comente aqui abaixo para a gente saber!

seguro de bike