ComponentesManutenção de bike

Pneus mais largos: 8 motivos para usar na sua bike

Se você já viu uma fat bike, sabe que a marca registrada desse tipo de bicicleta são pneus mais largos. Mas, esses borrachudos também são bem-vindos para fazer pedais nas cidades, trilhas e em muitos outros terrenos. E existem bons motivos de sobra para usar os pneuzões. Você não sabe o que está perdendo se ainda não usa!

Além de um mercado de bicicletas para rodar na neve e na areia com facilidade, o mundo das bikes trouxe demais novidades. Gravel bikes, road bikes com freios a disco, tecnologia boost e os atuais campeonatos em terrenos casca grossa são exemplos. Todos eles foram mais impulsionados pelos pneus bem largos.

Neste post você vai descobrir a revolução que é usar pneus mais largos em sua bike, seja para rodar na cidade, trilha ou estrada. São 8 ótimos motivos que valem em qualquer terreno!

 

1. Pneus mais largos de bike garantem muito conforto

Não é porque você está pedalando que o conforto deve ser colocado de lado. Mesmo se a sua ideia é ter alta performance.

O asfalto das cidades e estradas brasileiras estão bem longes de ser o ideal para curtir um dia de bike. Entretanto, isso não é um problema para pneus mais largos.

Usar pneus mais largos confere muito conforto nas rodagens, aonde você for. O motivo é que os grandões de borracha aguentam mais volume de ar com menos pressão. Uma receita infalível que faz dos pneus, “mini suspensões”.

2. Com pneus muito largos, você vai usar freios a disco

Os freios a disco têm sua eficiência comprovada em qualquer terreno. Veja que até as bikes de estrada e as urbanas saem de fábrica com essas peças.

A grande façanha que os freios a disco entregam para a bicicleta vai além da vantagem de frear melhor no molhado e em alta velocidade.

Ou seja, os freios v-brake e ferradura não deixam você experimentar a ousadia de grandes pneus. Já as pinças e discos possibilitam usar pneus mais largos sem que o freio encoste no pneu.

3. Pneus maiores são mais aerodinâmicos

Por incrível que ainda possa parecer, um dos melhores motivos para usar pneus mais largos é o ganho aerodinâmico. Mesmo se a sua ideia não é voar baixo em cidades, trilhas e estradas, essa vantagem vai te ajudar.

Os pneus mais largos se acomodam melhor ao solo, sem deformar tanto como modelos mais finos. Logo, pneus com medidas como 700×23 sofrem mais em comparação aos 700×26 ou — para padrões de estrada — grandes 700×28.

Ainda, ao mesmo tempo em que pneus largos assentam melhor no terreno, eles têm uma área de contato menor do que os mais finos. Isso garante menos resistência à rolagem e um bom ganho aerodinâmico.

Com isso, sair do zero pedalando — mesmo em subidas — e ganhar e manter altas velocidades, fica mais fácil tranquilo com a ajuda de pneuzões.

4. Pneus largos fazem você ganhar mais velocidade

Ainda com o ganho aerodinâmico, vem o aumento da velocidade. A explicação está na facilidade de cortar o vento e transpor terrenos bem acidentados.

Ou seja, o esforço para pedalar com pneus mais largos, é menor. Pois eles transpõem obstáculos maiores, sem perrengue. Essa economia de energia vai te fazer chegar de bike ao trabalho mais rápido, sem suar tanto a camisa.

Pneus mais largos, MTB

O asfalto “daquele jeito” será moleza com pneus mais largos (Foto: Jim Makos/Flickr)

5. Pneuzões têm maior tração — principalmente em curvas

Fazer curvas são o calcanhar de Aquiles de quem pedala. Especialmente quando o solo está molhado!

Mas as curvas não são uma dificuldade para bicicletas com pneus mais largos. Os grandões garantem mais aderência nas rodas. Já pensou em fazer uma trilha depois da chuva? Agora é mais fácil.

Também, como os pneus mais largos ficam “distribuídos” no solo, você não vai perder tração em subidas. As talas maiores aumentam o grip quando é hora de subir. Na trilha, esse benefício é evidente. Teste e comprove!

6. Pneus maiores aumentam as possibilidades do seu pedal

Se antes de fazer um pedal você escolhe o terreno de acordo com o pneu que você usa, esqueça isso já. Nem é mais preciso ter um jogo de rodas com pneus diferentes apenas para o piso mais acidentado.

Os pneus mais largos aguentam muito desaforo, fazendo com que você aumente as possibilidades de pedalar por lugares diferentes. Dá para colocar solos lisos e acidentados no mesmo roteiro, sem medo!

Vá com a sua road bike em estradões de terra, ou encare um pedal na grama ou na areia com sua MTB. Sua bicicleta ficará mais segura e cheia de possibilidades com pneus mais largos.

7. Pneus bem largos não são pesadões

Você já deve ter pensado que um pneu mais largo pesa muito mais que pneus finos. Isso até fazia sentido. Fazia.

Com os avanços das tecnologias em bikes, um pneu mais largo de hoje é tanto ou mais leve do que um pneu mais fino para o mesmo aro.

Na balança de desvantagens, trazer uma ligeira diferença de peso colocando pneus mais largos em sua bike, fica sempre em último. Ainda mais pensando que as bikes evoluíram em tudo. Até uma bicicleta elétrica hoje pode pesar menos do que uma bike dos anos 1990.

8. São pneus mais resistentes

Não pense que pneus de bicicleta mais largos têm muito mais material do que versões finas. A mudança de tala trouxe mais resistência sem adicionar borracha em excesso.

Junto ao benefício da maior largura sem peso extra, os pneus grandes são muito resistentes. Isso se deve à capacidade de armazenar bastante ar com pouca pressão.

Por fim, usar pneus mais largos de bike deixa os aros bastante protegidos. Assim, furar a câmara de ar ou amassar a roda fica mais difícil a cada pedal, mesmo em pancadas secas em sarjetas e outros obstáculos.

Se você pesquisou uma bike para comprar recentemente, deve ter percebido que os pneus estão cada vez mais largos. Mesmo nas bicicletas usadas, essa tendência dos “largões” pegou. E você acabou de ver os melhores motivos para isso ter acontecido, neste post. Só falta testar na prática.

Você já usa um pneu mais largo ou pensa em usar em breve? Comente aqui abaixo!

Capa: Tá, eles são exagerados, mas são bons exemplos de pneus largos para bike (Foto: Fragmentary Evidence/Flickr)

Artigos relacionados
Manutenção de bike

Diagnóstico de ruídos comuns na bicicleta: guia completo

Pedalar é uma atividade prazerosa, mas nada pode ser mais irritante do que ruídos indesejados…
Leia mais
Componentes

Qual é o aro da Caloi 10?

Desde o seu lançamento em 1972, a Caloi 10 não é apenas uma bicicleta; ela é um legado que…
Leia mais
Componentes

Quando substituir o capacete após um acidente: um guia completo

Os capacetes são essenciais para a segurança dos ciclistas, protegendo a cabeça em caso de quedas…
Leia mais
Newsletter
Receba  novidades  do Bike Registrada

Receba toda semana matérias  e novidades do Bike Registrada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?