O MTB é uma das modalidades mais populares do mundo, e a bikes MTB estão projetadas para se adaptar às condições mais duras e difíceis.

Precisam ser assim porque o MTB pode ser dividido em várias submodalidades.

Portanto, cada bicicleta precisa ter suas características próprias, mas sempre considerando que o percurso será exigente.

Se você estiver interessado em aprofundar mais sobre o mundo do MTB, continue lendo esse artigo.

Descobra as principais modalidades e as características essenciais das bikes para cada uma delas.

Bikes MTB

Já falamos bastante no blog sobre a história e dicas para quem começar no mundo do MTB.

Nesse post, vamos nos concentrar principalmente nos diferentes tipos de bikes MTB que existem para praticar e competir.

Como é, essencialmenter, uma bike MTB?

Trata-se de uma bicicleta robusta e forte, mas ao mesmo tempo o mais leve que for possível.

Deve ser capaz de suportar condições e exigências extremas e responder eficazmente a todos os eventos do caminho.

São bikes que exigem maior preparo físico por parte do ciclista, além de conhecimento e experiência.

Graças à sua popularidade, o MTB é praticado por homens e mulheres do mundo inteiro. De fato, no nosso blog há um post disponível com as melhores bikes MTB full suspension de entrada para mulheres.

Isto é assim porque, além de força e resistência, o atleta precisa estar muito atento aos diferentes tipos de terrenos e dificuldades.

Deve saber como superar cada obstáculo da melhor maneira.

Em geral podemos dizer que as bikes MTB contam com rodas de 26, 27.5 e 29 polegadas.

Isso depende se o ciclista quer maior velocidade ou uma arrancada mais rápida.

Os melhores quadros costumam ser de fibra de carbono, que é um material leve e resistente. 

Mas também podemos achar quadros de ferro ou alumínio, para um orçamento mais limitado.

As bikes MTB contam com freio a disco, que é mais resistente às diferentes condições da natureza como terra, lama, água e mais.

A suspensão dianteira é fundamental para qualquier modalidade MTB. Para algumas, inclusive, é preciso contar também com suspensão traseira.

Existem modelos que são mais para passeio. Mas também há bikes MTB que são verdadeiros exemplos de excelência quando o assunto é traspor dificuldades.

Em geral, quanto pior e mais inclinado for o terreno, a bike MTB deveria ser mais alta, mais longa y com o frente mais inclinado. 

Dessa forma, é mais segura e confortável para descer, aproveitando o peso do ciclista e a gravidade.

Vejamos então quais são as principais modalidades.

Modalidades e características das bikes MTB

Cross Country (XC)

O Cross Country, ou XC, é uma das modalidades do MTB mais populares e difundidas no Brasil.

É uma modalidade cheia de obstáculos num percurso de terra. Geralmente são trajetos que duram poucas horas.

No Cross Country o ciclista precisa ficar posicionado mais encima do guidão para aproveitar o peso do atleta e a gravidad e ganhar velocidade nas descidas.

Ao mesmo tempo, é preciso contar com uma bike onde seja mais fácil e rápido pedalar em pé nas subidas. 

As bikes MTB para XC são muito leves e, em geral, contam com suspensão nas duas rodas, por causa das dificuldades dos terrenos.

Para provas curtas, uma coroa só é mais do que suficiente. Mas há quem gosta de ter duas coroas, principalmente para provas mais longas tipo maratonas.

O XC, por sua vez, pode ser dividida em duas submodalidades mais: XCO e XCM.

XCO

O XCO também é conhecido como Cross Country Olímpico.

São circuitos de 6 até 20 quilômetros com uma considerável dificuldade técnica, ou seja, é preciso ser um ciclista experiente.

Para ganhar, os ciclistas precisam dar várias voltas no mesmo percurso

Conforme vão conhecendo melhor o percurso, podem melhorar sua performance.

No final da competição, ganha quem tiver obtido melhor tempo.

Para conhecer mais sobre o XCO pode ler nosso post aqui.

XCM

O XCM é um trajeto muito mais longo, de 30 quilômetros no mínimo, que deve ser percorrido uma vez só.

Aqui o que conta é a resistência, e o ciclista deve ir equipado com tudo o necessário para fazer o percurso de uma vez.

Downhill

Downhill é pura adrenalina.

É uma competição individual onde o ciclista precisa descer uma ladeira repleta de obstáculos na maior velocidade possível.

Para essa modalidade, é preciso contar com rodas que ofereçam a melhor aderência, e a bicicleta deve ter suspensão total

Veja aqui algumas das melhores bikes MTB full suspension intermediárias do 2021.

É uma modalidade cheia de perigo, portanto o atleta deve ficar muito de olho na sua segurança. O uso de capacete, joelheiras, cotoveleiras é obrigatório.

Obviamente, a bike MTB para essa modalidade deve ter freios poderosos em ótimas condições. 

Também precisa contar com peças sumamente resistentes como, por exemplo, um quadro reforzado.

Free Ride

O Free Ride e o downhill são bastante parecidos só que, além da descida e os obstáculos, o percurso possui saltos e rampas para fazer acrobacias.

É uma das modalidades mais técnicas do MTB.

O atleta precisa ter reflexos rápidos, capacidade de equilíbrio e muita agilidade.

As bikes MTB para Free Ride são parecidas às de Downhill. 

Precisam ser muito robustas e conseguir absorber o impacto depois de um salto.

O ideal é um quadro menor do que nas outras modalidades, aro 26 e curta distância entre os eixos

São bikes que não rendem muito nas subidas pois estão otimizadas para descer.

Enduro

Enduro é técnica.

Não é sobre chegar primeiro, é sobre técnica e resistência em descidas difíceis onde o ciclista precisa dar tudo de si.

É uma modalidade que testa todas as condições físicas e técnicas do atleta.

A suspensão total é practicamente obrigatória, além de rodas com boa aderência e uma bike leve mas com o suficiente peso para ajudar no equilíbrio do ciclista.

bikes mtb
Foto: Reprodução Elements Envato

Até aqui algumas das principais modalidades e as características fundamentais que as bikes MTB precisam ter para treinar e competir em cada uma delas.

Há disponíveis no mercado muitos modelos de bikes MTB de entrada e intermediárias para quem quiser comprar uma bike pronta para sair pedalando.

Mas também é possível montar a própria bike

Se você quiser arregaçar as mangas e colocar mãos à obra, então não perca esse post onde explicamos como montar uma bike MTB nova.