Pedalar nas ruas ou em estradas pode ser um desafio. Por isso, existem alguns sinais para ciclistas que todos devem conhecer. Eles facilitam para que os motoristas entendam as suas mudanças de direções e ajudam a evitar acidentes.

A cada dia mais pessoas descobrem os prazeres e os benefícios de pedalar. E, com isso, as cidades e estradas passam a receber um número maior de ciclistas. Para que o trânsito se torne um local seguro é fundamental contar com a conscientização de todos.

Veja as dicas importantes de sinais para ciclistas que trouxemos – e outras que você deve considerar.

Quais são os principais sinais para ciclistas?

Alguns sinais para ciclistas são universais e ajudam os motoristas a entenderem quando você fará mudanças de direções ou outras situações durante o tráfego nas vias. Por isso, aprendê-los e usá-los é tão importante.

Virar à esquerda

Caso você vá virar à esquerda, sinalize estendendo o braço esquerdo para essa direção. A palma da mão deve estar estendida para baixo. Antes de sinalizar a mudança de direção, confira como está o trânsito e tenha certeza de que a conversão poderá ser feita com segurança.

Se você for entrar à esquerda em uma estrada de mão dupla, fique na margem direita e aguarde até o momento que o trânsito permitir essa conversão.

Virar à direita

Nesse caso, dobre o braço esquerdo para cima, com o cotovelo à esquerda do corpo, estendendo a palma da mão. Sempre observe o trânsito antes de fazer a conversão. Caso vá entrar em uma estrada de mão dupla, aguarde na margem direita da estrada.

Outra possibilidade é usar um sinal alternativo, estendendo a mão direita com a palma da mão para baixo, para indicar a conversão.

Em frente

Quando você não for virar para nenhum lado, é importante também sinalizar que irá se manter à frente. Nesse caso, basta estender o braço apontando para frente.

Se for seguir em frente, em um local em que muitos motoristas fazem a conversão, sinalize com a mão em 45 graus, pedindo para aguardar. E confira se o motorista realmente irá lhe esperar.

Freada ou parada

Esse sinal é usado para indicar uma redução na velocidade ou uma parada. Você poderá usar o mesmo sinal que os demais motoristas, estendendo o braço esquerdo com a palma da mão estendida e fazendo movimentos curtos e rápidos para cima e para baixo.

Outro gesto muito usado pelos ciclistas nessas situações é estender o braço esquerdo para baixo, deixando a palma da mão estendida para trás. As duas formas são válidas.

Dar passagem

Se alguém está atrás de você, é possível sinalizar para que ele te ultrapasse. Para isso, estenda o braço esquerdo na altura do quadril e faça movimentos circulares, sinalizando a ultrapassagem com as mãos.

Obstáculos na estrada

Essa é uma sinalização muito usada também para quem pedala em pelotão, indicando para os outros ciclistas o perigo. No caso, basta manter a mão aberta e apontar para o lado onde o obstáculo está, de preferência acenando para trás. Aproveite e fale também qual é o obstáculo: buraco, lombada etc.

sinais para o ciclista

Como pedalar com mais segurança?

Além dos sinais para ciclistas, é importante considerar outros pontos na hora de pedalar em cidades ou estradas. Veja algumas dicas que separamos.

Seja visto

É muito importante que os demais motoristas da via consigam enxergar você e a sua bike. Por isso, use faixas reflexivas, luzes de sinalização na bicicleta e faróis, capacetes e roupas com cores claras e reflexivas e tudo o que puder ajudar para que você seja visto.

Respeite as leis de trânsito

Assim como qualquer outro motorista, você, enquanto ciclista, também deve respeitar as leis de trânsito.

Uma das mais importantes é não circular nas calçadas – já que esse é o espaço destinado aos pedestres. Se tiver que utilizar a calçada para alguma travessia, desça da bike e leve-a empurrando.

Outra dica importante é não trafegar colado ao meio fio, porque isso pode causar acidentes. Lembre-se que também é seu direito circular pelas ruas e estradas, especialmente quando não houver ciclovias ou ciclofaixas.

Se encontrar semáforos, não ultrapasse e respeite todas as sinalizações de trânsito.

Pedale na faixa da direita e no sentido do tráfego

Muitos ciclistas iniciantes acreditam que ao pedalarem contra o tráfego estarão mais seguros, porque conseguirão ver os carros se aproximando. Isso não é verdade – e uma colisão frontal pode ser ainda mais perigosa.

Sempre pedale no sentido do tráfego e na faixa da direita, tomando distância do meio-fio. Essa regra só não é válida no caso de ruas com paradas de ônibus. Nessas situações, prefira ficar na pista do meio ou na segunda pista da direita. Nos cruzamentos e esquinas, este também é o local mais seguro.

Seja educado

Sabe aquela frase “gentileza gera gentileza”? Se você deseja que os motoristas sejam mais educados com os ciclistas, comece fazendo a sua parte. Sempre após sinalizar alguma mudança de direção, dê um “joinha” para o motorista ou agradeça quando ele lhe der passagem. São gestos simples, mas que fazem toda a diferença.

Cuidado com a abertura de portas

Um perigo para os ciclistas é quando as pessoas abrem as portas do carro, sem ver a aproximação da bicicleta – que pode estar em ponto cego do retrovisor, por exemplo.

Então, quando você estiver pedalando em uma fileira de carros estacionados, mantenha uma distância segura deles, mesmo que, com isso, você ocupe a pista inteira.

Distância em curvas e rotatórias

Nunca fique ao lado de veículos em curvas e rotatórias, já que há grandes chances de ser prensado. Ao se aproximar de uma curva ou rotatória, ocupe a pista e não deixe que os motoristas lhe ultrapassem. Ou aguarde até não ter nenhum carro próximo.

Lembre-se que quanto maior o veículo, mais a parte central dele chegará perto da guia em mudanças de direção – o que pode ser um grande risco para os ciclistas.

Atenção em corredores

Pedalar em corredores pode ser bem arriscado. Quando for ultrapassar um veículo grande, redobre a atenção, porque é possível que um motociclista ou um pedestre saia de trás do veículo quando você estiver passando.

Sempre reduza a velocidade nessas situações e mantenha as mãos próximas aos freios.

Além dessas dicas, não se esqueça de usar os equipamentos de proteção, como capacete, luvas e óculos. E, claro, nunca use fones de ouvido ou outros equipamentos que tirem sua atenção.

Se você está começando a pedalar agora, prefira as ciclovias ou locais mais tranquilos na sua cidade. Caso decida pedalar no centro, comece à noite ou nos finais de semana, quando o trânsito é menos intenso. Outra dica é optar pelos pedais em grupo.

E aí, curtiu conhecer os principais sinais para ciclistas? Aproveite e leia nosso conteúdo sobre as principais causas de acidentes entre ciclistas e se proteja!