Pedalar na lama é sempre uma missão complicada. A boa notícia é que existem acessórios capazes de ajudar, como o para-lama para bike, evitando que lama, pedriscos e sujeiras sejam projetados na direção do ciclista.

Há algum tempo, era muito difícil ver bicicletas que não fossem de passeio equipadas com esse acessório. Mas hoje, esse é um item bastante comum, principalmente nas bikes MTB para downhill.

Você está pensando em comprar ou produzir você mesmo um para-lama para bike? Veja as informações mais importantes que separamos sobre o acessório!

O que é para-lama para bike?

O para-lama para bike, como o próprio nome sugere, é um acessório que impede que a lama, as pedras e as demais sujeiras do percurso sejam projetadas para o ciclista. Assim, mesmo que você pegue uma trilha cheia de lama, conseguirá chegar em casa um pouco mais limpo.

Além das bikes de MTB, esse acessório também pode ser usado nas bikes de passeio e urbanas, sendo perfeitos para proteger o ciclista em um dia de chuva para ir até o trabalho e outros deslocamentos.

Além de deixar o ciclista mais “limpinho”, o para-lama também é um acessório de segurança, porque impede que a sujeira da roda seja jogada no rosto do ciclista, o que poderia causar acidentes.

Quais as vantagens do acessório?

Para alguns ciclistas, o para-lama para bike é um pouco “feioso” ou até cafona. Embora eles não contribuam perfeitamente para a estética, conseguem trazer muita funcionalidade. Veja as vantagens desse item para equipar sua bicicleta:

  • evita sujar as costas e o rosto com lama, pedriscos e outras sujeiras;
  • é fácil de ser instalado, com fixação simples, diretamente no canote do selim, no garfo dianteiro ou na suspensão dianteira;
  • é fácil de remover caso não haja mais necessidade de usá-lo;
  • a maioria é fabricado em plástico abs de alta resistência ao calor e à impactos, que garante mais resistência e durabilidade para o uso;
  • oferece excelente relação custo-benefício;
  • a maioria dos para-lamas têm alta compatibilidade com qualquer modalidade, tipo de bicicleta ou tamanho de aro.

Quais os principais tipos e modelos?

Para escolher o melhor para-lama para bike é importante conhecer os principais modelos. Dependendo do tipo de acessório, o grau de proteção varia. As bicicletas MTB que têm pneus mais largos, precisam de para-lamas também mais largos, oferecendo uma proteção adequada ao ciclista.

Já as bikes de speed ou road bikes podem ter para-lamas mais versáteis, dependendo do uso da bicicleta. No caso de pedais urbanos, você poderá usar um para-lama com uma fixação mais rente ao pneu, para as competições, use para-lamas semelhantes aos dianteiros nas MTBs.

As bicicletas urbanas que não têm como critério principal a performance, podem usar para-lamas que oferecem um grau maior de proteção contra respingos de água e de lama.

Para-lamas flexíveis

 

Paralama Bike Dianteiro Mudbike Plástico

Os para-lamas flexíveis são produzidos em prolipropileno ou PP e são os mais usados em mountain bikes. São modelos menores, flexíveis e mais leves, que garantem, também, melhor performance.

Esses para-lamas são mais finos e menores do que os demais, o que melhora a aerodinâmica da bike. Como são produzidos em materiais de qualidade, eles também são duráveis e resistentes em casos de quedas e de impactos contra objetos que possam ser arremessados no para-lama.

Para-lamas rígidos

Imagem

São os modelos que oferecem maior área de cobertura. Eles são maiores e mais resistentes que os flexíveis e cobrem praticamente todo o diâmetro das rodas.

Por essas características, os para-lamas rígidos são os mais indicados para uso urbano, evitando que a água dos pneus seja jogada contra o rosto do ciclista, o que pode afetar a segurança.

Para a parte posterior da bike, é importante usar um para-lama refletivo, que otimiza a visibilidade em condições de menor intensidade luminosa, oferecendo uma proteção extra ao ciclista.

Como instalar para-lama para bike?

A instalação do para-lama para bike é muito fácil, assim como retirá-los quando não tiver pedalando em tempo de chuva ou quando você precisar de uma performance melhor.

para-lama para bike

Imagem: Pinterest

Dianteiro

Antes de instalar os para-lamas dianteiros, verifique o tipo. Existem modelos urbanos em que as estruturas precisam de encaixe nos parafusos ou blocagem nos cubos das rodas.

A maioria, contudo, exige apenas a colocação do para-lama embaixo do garfo e depois fazer a fixação de acordo com as indicações do fabricante.

Os para-lamas menores e flexíveis devem ser instalados juntos à curvatura da suspensão. A fixação é feita usando abraçadeiras em nylon nas laterais da suspensão e na própria curva da suspensão.

Traseiro

O para-lama traseiro é ainda mais fácil de ser instalado. Basta usar abraçadeiras e fixar o acessório no canote do selim. A dica é garantir que o ajuste do diâmetro está correto, evitando que o para-lama escorregue.

Alguns modelos, no entanto, podem usar suportes para fixação nos cubos das rodas ou nas blocagens. Apesar disso, o processo é similar, bastando adicionar esse fechamento junto ao cubo ao a blocagem.

Como fazer em casa o para-lama para bike?

Se a grana está curta, você não precisa desistir de usar um para-lama para bike, já que poderá produzir o seu usando garrafa pet. Além da garrafa, você precisará de estilete, caneta pincel atômico, tesoura e abraçadeiras.

Comece posicionando a garrafa embaixo do selim, com a tampa encostada na mesinha do canote. É a tampa da garrafa que vai segurar o para-lama, então essa posição tem que ser exata, senão na hora que você sentar, ele poderá ficar torto.

O formato do canote pode variar de marca para marca, assim como a forma de prender a tampinha. O importante é marcar bem a posição e fazer os dois furos com um prego quente ou uma furadeira.

Depois passe as abraçadeiras pelo furo e prenda a tampinha no canote. Rosqueie a garrafa na tampinha e com a caneta faça a marcação do para-lama, para guiar o seu corte. Esse desenho pode ser mais largo ou mais fino, dependendo das suas preferências.

A dica é evitar trazer o corte muito próximo do gargalo, porque a garrafa pet vai ficar muito mole e balançando. Para fazer o corte, primeiro use o estilete e depois a tesoura.

Outra dica é escolher uma garrafa mais longa, assim a água não passará por cima do seu para-lama, oferecendo mais segurança no uso. Se você quiser, poderá usar a parte que sobrou do corte da garrafa para fazer uma espécie de “bico” e prendê-lo ao seu para-lama, oferecendo uma proteção extra. Para isso, é só usar um grampeador.

Deixe seu para-lama mais bonito, passando uma camada de tinta spray, por exemplo.

Agora que você já sabe tudo sobre o para-lama para bike, que tal equipar a sua magrela? Confira as opções de acessórios nos Classificados da Bike Registrada!

Créditos da imagem destaque: TrekBike

seguro de bike