Comprar uma bicicleta infantil não é uma missão das mais fáceis. Além das questões estéticas e de design, como a cor favorita ou o personagem predileto da criança, precisamos nos atentar à segurança, ao tamanho adequado e à qualidade da bike.

Para lhe ajudar nessa tarefa, montamos este conteúdo com as principais dicas para acertar na compra da bicicleta infantil – e permitir que seu filho, neto, enteado ou outra criança comece a desvendar as maravilhas de pedalar. Siga conosco!

Tamanho da bicicleta infantil

Sem dúvida, o primeiro ponto é escolher o tamanho certo da bicicleta infantil. Essa é uma questão muito importante, pois, se você escolher um tamanho maior ou menor do que o indicado, a criança poderá se sentir desconfortável pedalando, desencorajando seu aprendizado e vontade de pedalar.

E, claro, ainda há os riscos em termos de segurança. Uma criança pedalando em uma bike grande, por exemplo, poderá não conseguir acionar os freios rapidamente quando precisar ou firmar os pés no chão quando frear – situações que podem causar sérios acidentes. Assim como pedalar com um banco muito alto ou em uma bike muito grande pode trazer dores atrás dos joelhos.

Por outro lado, se a bicicleta for muito pequena, a criança ficará cansada mais rápido, terá dores na frente dos joelhos e ficará desmotivada e sem interesse em pedalar.

Já está convencido de como o tamanho correto da bicicleta infantil faz diferença? Então, fique atento, porque essa divisão pode ser feita por idade:

  • para crianças de 2 a 5 anos (com peso até 21kg), prefira bicicletas sem pedais, ideais para o aprendizado e ganho de equilíbrio;
  • para crianças de 4 a 6 anos que já sabem pedalar, prefira uma bike aro 14” (desde que a altura da criança seja entre 95 a 110cm e o peso máximo até 25 kg);
  • para crianças de 5 a 8 anos que meçam entre 110cm a 120cm (e pesem até 30kg), prefira uma bicicleta aro 16”;
  • para crianças de 8 a 12 anos que meçam entre 120 a 150 cm (e pesem até 50kg), prefira uma bicicleta aro 20”;
  • para crianças de 8 a 12, mas que meçam entre 135 a 155 cm, prefira uma bike aro 24”.

Segurança

A segurança é outro item importantíssimo na hora de comprar uma bicicleta infantil. Por isso, cuidado com os modelos de origem duvidosa. Sempre prefira aquelas que sejam certificadas pelo INMETRO. Normalmente, o selo está presente no quadro da bike ou em local visível.

Caso ainda tenha dúvidas, é só acessar a normativa do INMETRO para bicicletas infantis e ver se o modelo cumpre com todas as exigências.

Não se esqueça de conferir se a bicicleta tem todos os itens de segurança e também qual é a garantia, em geral, ela é de 3 meses.

Design

O design é bastante importante, especialmente para conseguir atrair o público infantil. Então, prefira um modelo com cores mais alegres ou das tonalidades preferidas da criança.

Também existem os modelos de personagens. É claro que eles são mais caros, mas podem ser o “apelo” que faltava para a criança se sentir motivada a pedalar.

Mas tome cuidado. Muitas vezes as bikes de personagem não oferecem a mesma qualidade das mais simples. Nessas horas, é importante explicar essas questões à criança, para ela compreender a sua escolha.

bicicleta infantil

Altura do guidão e do banco

Outro ponto importante a conferir é a altura do guidão e do banco. Em relação ao guidão, ele deve ficar próximo à altura dos ombros da criança. Se ele ficar muito alto ou muito baixo, poderá tornar os pedais desconfortáveis, pois a criança ficará em uma posição incorreta.

A altura do guidão está diretamente relacionada à altura do banco. Nos modelos em que é possível regular a altura do selim, é importante fazer isso.

Para as bicicletas de equilíbrio e nas primeiras bicicletas infantis, os pés das crianças devem estar planos no chão enquanto elas estiverem sentadas.

Já as bicicletas com rodinhas laterais ou pedais, as crianças precisam conseguir tocar o chão com os dedos dos pés, assim os pequenos conseguem subir ou descer da bicicleta de forma segura, trazendo confiança para as pedaladas.

Outros detalhes

Para saber se a bicicleta infantil é adequada, verifique se, quando a criança está em pé, há um vão (distância) de 3 a 5 centímetros entre o tubo superior da bike e o corpo da criança.

Cuidado com o modelo e a geometria do quadro. Não é porque a bicicleta é pequena que, necessariamente, ela é uma bicicleta infantil. Afinal, é importante que a bike seja projetada especificamente para as necessidades e características das crianças, por exemplo, respeitando as proporções de selim, alavancas de freio, peso, tipo de pneu etc.

Todos esses pontos devem ser adequados às proporções do corpo e força muscular da criança, por isso apenas comprar uma bicicleta em tamanho de aro menor não é ideal. Procure sempre uma bicicleta infantil.

Veja as dicas que separamos para você se atentar:

  • cuidado com as bicicletas que simulam ter uma suspensão, muitas vezes esses são acessórios apenas decorativos, que não funcionam e acrescentam excesso de peso. Caso queira um modelo com suspensão, garanta que ela seja macia e proporcional ao peso da criança. Muitas vezes vale mais optar por uma bike com garfo rígido;
  • em relação ao peso, quanto mais leve for a bicicleta infantil, melhor. Por isso, cuidado com os excessos de acessórios e detalhes que podem ser inúteis e apenas comprometerem a segurança da criança;
  • prefira os modelos com marcha apenas para as crianças que já têm domínio de pilotagem, lembre-se que o sistema também adiciona peso;
  • os freios à disco, geralmente, só estão presentes nas bicicletas de aro 16” para cima. Esse sistema de frenagem não é necessário para as crianças e pode adicionar peso extra;
  • a distância entre a alavanca de freio e a manopla deve ser proporcional ao tamanho da mão da criança. Se essa distância for muito grande, a criança poderá ter dificuldades para acionar os freios, comprometendo a segurança. Observe, ainda, se o acionamento da alavanca não é muito dura para a força da criança;
  • as manoplas do guidão precisam ser macias e com diâmetro pequeno, para que a criança consiga segurá-las com firmeza e conforto;
  • os selins devem ser confortáveis e de tamanho adequado. As bikes de qualidade duvidosa costumam vir equipadas com selins duros e não proporcionais ao tamanho da criança;
  • uma corrente de qualidade garante pedaladas mais seguras e evita acidentes. Um acessório importante na bicicleta infantil é o cobre corrente, que ajuda a criança a não sofrer um susto enrolando suas roupas na corrente ou machucando seus pés nas engrenagens.

Depois de todas essas dicas, ficou mais fácil encontrar a bicicleta infantil certa? Aproveite e coloque nossas orientações em prática, conferindo as opções nos Classificados do Bike Registrada!

seguro de bike