As roupas específicas para ciclismo são extremamente importantes, trazendo conforto e mais mobilidade na hora do pedal. Mas você sabia que existem diferenças entre o bretelle feminino e masculino?

Neste conteúdo, trouxemos todas as dicas para você descobrir se o bretelle é a roupa ideal para você e também as principais características do modelo feminino. Siga conosco!

O que é bretelle feminino?

O bretelle é uma espécie de bermuda com alças, como se fosse um “macaquinho” – ele, geralmente, é mais usado por ciclistas que se incomodam com o elástico apertado das bermudas, sendo, portanto, opções mais confortáveis.

Quando for comprar, você notará que existem modelos de bretelle feminino e masculino. No caso dos modelos para elas, a posição da alça é diferente, não ficando sobre o seio.

Também existem modelos femininos que são mais práticos de vestir, o que traz mais facilidade na hora de ir ao banheiro.

Quais as vantagens do bretelle feminino?

Quando comparado a bermuda, o bretelle feminino traz uma série de vantagens, como:

  • oferece um ajuste mais firme no corpo, graças a presença das alças (que se assemelham a suspensórios);
  • é mais confortável, pois tem um design anatômico, forro mais espesso, poucas costuras e pontos de pressão mais ajustados ao corpo;
  • apresenta um forro de qualidade superior, já que a maioria é produzido com espuma de alta densidade e tecido antibacteriano, o que significa menos assaduras e menores chances de lesões;
  • é mais durável, porque as modelagens têm poucas costuras (algumas nem apresentam costuras) e são projetados para usos intensos;
  • alguns modelos são fabricados com tecidos com proteção contra os raios UV.

Se você ainda tem receio de usar o bretelle feminino porque acha ele um pouco “feião”, basta usar uma camiseta de ciclismo por cima e ninguém saberá que você está com um bretelle e não uma bermuda tradicional.

Além dos modelos femininos, é importante destacar que você também poderá encontrar bretelles específicos para as diferentes categorias de ciclismo, com versões específicas para MTB, estrada, triátlon etc.

Quais as diferenças entre os modelos feminino e masculino?

A principal diferença entre o bretelle feminino e masculino é o design, que é mais anatômico, evitando que as alças fiquem sobre os seios.

Alguns modelos também contam com diferentes formas de retirar as alças, tornando mais fácil a ida ao banheiro e também vestir a peça. Há versões com encaixe das alças por meio de clipes e outros com alças únicas, porém mais fáceis de serem retiradas.

Ainda em relação às alças, geralmente o bretelle feminino tem alças mais finas do que o masculino, também pensando em termos de anatomia.

Outra diferença está no comprimento da parte da bermuda, já que o bretelle feminino é um pouco mais curto que o masculino, escondendo aquela “marquinha” de sol muito proeminente – e nada agradável.

Além das partes externas, o forro do bretelle feminino também é diferente, com um desenho menor na lateral, tornando-o mais anatômico para o uso.

bretelle feminino

Como escolher bretelle feminino?

Depois de ver todas essas características, está convencida de que o bretelle feminino é ideal para você? Separamos alguns pontos básicos que você deve analisar na hora de encontrar o modelo perfeito.

Tecido

Como você viu, quando o assunto é tecido para roupas de ciclismo, existem várias tecnologias que fazem a diferença. Os tecidos antibacterianos e antimicrobianos são ótimos para evitarem mau cheiro, assim como os com proteção UV ajudam a reduzir o impacto dos raios solares no corpo da ciclista.

Além disso, confira se o tecido é elástico e bem arejado, permitindo a circulação de ar e trazendo mais conforto térmico para pedais em dias quentes. Avalie, ainda, se o tecido apresenta lavagem e secagem rápida, fundamental para dias chuvosos.

Em relação a costuras, é possível encontrar modelos sem elas, com uma modelagem mais anatômica, evitando que as costuras fiquem incomodando. Também há bretelles com estampas refletivas, fazendo com que os motoristas consigam lhe enxergar em diferentes distâncias, trazendo mais segurança.

Por fim, não se esqueça de conferir se o tecido é de boa qualidade, garantindo que bretelle feminino terá durabilidade e resistência.

Caimento

É fundamental que o bretelle feminino esteja perfeitamente alinhado ao seu corpo. Se ele estiver muito largo ou apertado, irá incomodar e você perderá a principal vantagem que o produto apresenta, que é o conforto.

Normalmente, você encontrará os bretelles em tamanho universal, porém existem modelos com uma espécie de cadarço para ajustar a cintura – e algumas marcas oferecem variações nos tamanhos (P, M, G e GG).

Para não errar na escolha, verifique o tamanho do corte no joelho e nas alças.

Forro

Como dissemos, o forro feminino é diferente do masculino, então é importante escolher o modelo que seja mais anatômico.

Além disso, como a principal função do bretelle, assim como a bermuda, é evitar as dores ao ficar bastante tempo em contato com o selim, é fundamental optar por um forro de qualidade e produzido com bons materiais. Geralmente encontrato nos forros importados, dando mais sustentação e resiliência durante a pedalada

Você poderá encontrar espumas de diferentes densidades e diversas camadas de proteção.

Alças

As alças dos bretelles femininos costumam ser mais finas, porém é importante verificar se o modelo não causa pressão excessiva sobre os ombros, o que pode machucar. Existem, ainda, os bretelles femininos com clipes nas alças, tornando mais fácil vestir e retirar a peça.

De forma geral, uma alça um pouco mais larga pode ser mais confortável, porque não realizará pressão em apenas um ponto do ombro.

Barra das pernas

Qualquer modelo de bretelle feminino terá barras mais curtas do que os modelos masculinos. Porém, verifique o nível de compressão oferecido, evitando aqueles apertados demais e que podem ser desconfortáveis. Já os largos demais podem não prender a bermuda à perna, que poderá ficar subindo e enrolando enquanto você pedala.

Os bretelles de barra mais larga costumam oferecer uma boa aderência, sem apertar demais, favorecendo o conforto.

Como usar o bretelle feminino?

Uma questão que sempre deixa as mulheres em dúvida com relação ao uso do bretelle feminino é sobre o uso (ou não) de calcinha.

O ideal é não usar calcinha, porque a costura dela poderá acabar machucando, principalmente para pedais mais longos. Porém, é claro, isso varia de ciclista para ciclista – e é importante que você se sinta o mais confortável possível.

O tecido e o forro do bretelle são projetados para serem confortáveis e evitarem o suor, reduzindo atritos e assaduras – questões que podem ser reduzidas quando você usar roupa íntima.

Além disso, é claro, não se esqueça de vestir um bom top, que ofereça sustentação adequada aos seios, evitando dores e desconfortos, principalmente em trilhas e trajetos com mais buracos e trepidações. Vista o top antes de vestir o bretelle.

Gostou das nossas dicas sobre bretelle feminino? Quer receber sempre assuntos interessantes como este do universo do ciclismo? Assine nossa newsletter e receba no seu e-mail as novidades aqui do blog!