Ano de 2021 chegando e as mountain bikes full suspension novas já deram as caras no mercado. Tecnologias ultramodernas, quadros mais leves e componentes que fazem jus a qualquer competição ou treino forte, são garantidas com novas máquinas. E se você guardou grana para adquirir uma bike nova para competir, vale conhecer as novidades para fazer trilhas neste ano mesmo.

Bikes full suspension estão cada vez se tornando mais próximas das hardtail. Como? Mais leves, rápidas, ágeis e com o funcionamento de suspensão bem calibrado, especialmente em subidas, facilitam o pedal com uma full.

Então, se você já decidiu sair da hardtail e ir para a suspensão dupla ou mesmo vai trocar sua atual máquina por uma nova, conheça neste post, 4 bikes full suspension intermediárias de 2021!

Conheça 4 MTBs full suspension de 2021 intermediárias

1. Trek Top Fuel 9.7

Trek Top Fuel 9.7, MTB full suspension intermediária

Créditos: Trek

Leve, discreta e com cara de marrenta. Em palavras simples, a Trek Top Fuel 9.7 traz essas impressões. E se falta comprovar essas qualidades, sua configuração a faz ir além do que ela aparenta.

O modelo tem quadro que segue as geometrias mais top de linha da marca, portanto, isso é garantia de arrancadas violentas e velocidade extrema. Pois, a peça de fibra de carbono confere muita rigidez e leveza ao conjunto.

Para balancear a máquina, na dianteira ela é equipada com uma suspensão Rock Shox Reba RL a ar, com 120mm de curso. Na traseira, o shock é um Fox Performance Float de 2 posições — bom para uma MTB full suspension intermediária.

Nas rodas, o destaque fica com os cubos da Bontrager com rolamentos selados. Ideal para proteger as peças e garantir alta rolagem em lama, chuva e sujeira. Para complementar, os aros são preparados para uso sem câmara.

O grupo de marchas é um NX Eagle da Sram, com 12 velocidades que conseguem empurrar a Trek morros acima e abaixo sem problemas. O responsável é um cassete 11-50, com uma pedivela de 32 dentes, com espaço para aumentar para 36.

Freios Shimano MT-501 completam a bike de12.65kg, que tem limite máximo de carga de 136 quilos.

Valor da Trek Top Fuel 9.7, no site da Trek: R$33.499,00.

2. Scott Spark 950

Scott Spark 950, MTB full intermediária

Créditos: Scott

De alguns anos para cá, a Scott redesenhou toda a sua linha de mountain bikes full suspension, alocando a suspensão traseira em um novo formato. A Scott Spark 950 traz esse design com fidelidade e peso pena, em um quadro de alumínio.

Uma das maiores façanhas dessa bike é que ela é equipada com o grupo GX, uma linha acima da NX, que é mais leve e tem funcionamento muito competitivo. Ponto alto para marcar quando você for escolher sua nova MTB full suspension intermediária.

No cockpit, a Scott veste uma suspensão Rock Shox Revelation RL3 com 130mm de curso, com trava remota. A mesma peça que bloqueia o shock traseiro Fox Float com 120mm de curso, que deixa a bike encarar do estradão às descidas violentas.

Pneus Maxxis Recon com cravos espaçados na medida 29×2.40 mostram a tendência de se usar pneus cada vez mais largos, para competir e treinar. Garantia de conforto em qualquer terreno.

O valor da Scott Spark 950 não é informado no site da Scott, mas, pela web, o modelo é encontrado em lojas virtuais a partir de R$26.999,00.

3. Cannondale Scalpel Carbon 4

Cannondale Scalpel Carbon 9, MTB full intermediária

Créditos: Cannondale

O quadro full suspension mais leve do mercado. Esse é o principal distintivo da Cannondale Scalpel Carbon 4, que a torna única dentre os modelos intermediários da categoria.

Essa MTB full suspension intermediária tem, além de um quadro ultra moderno, um sistema de suspensão traseira que usa chainstays flexíveis. O arsenal todo dá mais rigidez à pilotagem.

O modelo vem equipado com suspensão dianteira de 100mm de curso, Fox Float Performance 32 Stepcast, a mais avançada da marca. Na traseira, também uma Fox Float, modelo DPS Performance. Ou seja, um par de alto desempenho para competir.

Pontos fortes que garantem a pegada competitiva desse modelo de MTB full suspension intermediária são os pneus Schwalbe. Os modelos Racing Ralph na traseira e Racing Ray na dianteira oferecem tração e velocidade na medida certa.

Para as marchas, o kit Sram NX Eagle de 12 velocidades equilibra o conjunto, ao lado dos freios Shimano MT-500, que são da linha Deore.

O valor da Cannondale Scalpel Carbon 4 não é informado no site da Cannondale, mas, pela web, o modelo é encontrado em lojas virtuais a partir de R$29.999,00.

4. Groove Slap Carbon 9

Groove Slap Carbon 9, MTB full intermediária

Créditos: Groove

A Groove Slap Carbon 9 é a MTB full suspension intermediária de marca nacional, que conserva bons motivos para ser encaixada nas linhas mais top. Quadro de fibra de carbono e geometria para passeios, treinos e competições dão a versatilidade à bike.

Para se diferenciar de suas concorrentes, a marca apostou em entregar uma full suspension de carbono, com peça bem avançadas. Provas disso são as suspensões da marca Rock Shox linha SID, a mais top da marca.

O canote modelo Truvativ Descendant tem 400mmx31.6mm, oferecendo maior estabilidade e rigidez à peça. Além disso, a geometria da bike coloca o canote bem para trás, mostrando que o terreno em que a Slap vai melhor, é nas descidas.

A marca também apostou em usar um jogo completo de marchas da Shimano, mesclando câmbio traseiro Deore XT com pedivela e trocadores SLX de 12 velocidades.

No visual, a Groove escolheu cores bem contrastantes: o quadro preto e azul, e os pneus Vittoria XCR 29×2.25 com bandas laterais em bege escuro. Os tons ditam a cara mais aventureira desse modelo.

Valor da Groove Slap Carbon 9 no site da Groove: R$ 34.999,00.

Colocadas algumas das melhores MTBs full suspension intermediárias que você encontra aqui no país, é hora de escolher a sua. Se está difícil decidir, pense antes em fazer um seguro para sua nova máquina. Pelo menos você já pode fazer a cotação enquanto pensa na sua próxima bike.

Faça uma simulação de seguro de bicicleta para a sua nova bike! É rápido e de graça!

seguro de bike