DicasPreparação e práticaSaúde e bem-estar

Curso bike fit: o que é, como funciona e será que vale a pena?

O bike Fit traz diversos benefícios à saúde de ciclistas durante seus passeios ou competições. Com isso, a área cresceu bastante e consequentemente a procura por bons profissionais também. Mas, para que existam bons profissionais é preciso de um bom curso bike Fit.

A especialização na área se tornou necessária e com isso surgiram diversos cursos para profissionais em bike Fit. Para isso é importante conhecer como fazer um curso, quanto é o investimento e o que faz um bike Fit.

Portanto, vamos discorrer sobre o curso bike Fit e suas vantagens no mercado de trabalho. Como procurar um bom curso e suas especificações também. Além disso, o que é preciso para fazer o curso e se tornar especialista na área. Então, acompanhe a seguir nossa análise e se vale a pena fazer um curso bike Fit.

Foto da capa: Josh Nuttall

 

O que faz um bike fit?

Um bike Fit consiste em ajustar ciclistas com a bike em perfeita harmonia, melhorando postura e desempenho. Com o intermédio de um profissional da área, conhecido como bike fitter, o corpo e a bike são analisados por equipamentos. Não é só isso, um bike Fit ajuda na postura de ciclistas que possuem algumas deficiências.

curso de bike fit
Fonte: Pinterest

Muitos ciclistas que possuem uma perna menor que a outra ou essa mesma condição nos braços, têm dores ao pedalar. Com o bike Fit, ajustes mecânicos e de postura são feitos considerando cada condição. Assim, após todos os ajustes analisando o corpo e o equipamento, haverá mais conforto ao pedalar.

Ele é indicado para qualquer ciclista, não apenas para competidores. Com toda análise da bike, desde o banco, até altura de guidão e pedais, é possível ter mais conforto pedalando. Junto disso, há a avaliação física e simulações de pedaladas, encontrando os pontos de correção. Por fim, toda análise é salva e passada ao ciclista para os ajustes mecânicos e de postura.

Quem pode fazer curso bike Fit?

Não só profissionais de educação física podem se habilitar no bike Fit. O ciclismo é um dos esportes mais praticados no planeta. Seja profissionalmente, como meio de transporte ou lazer, qualquer um pode praticá-lo.

No bike Fit a mesma coisa, e qualquer ciclista pode realizar sua avaliação a ajustes. Para isso basta procurar um local que realize este serviço, mais comuns em bike shops e estúdios especializados. Por ser uma área que cresceu muito e causou grande procura de ciclistas, há diversos profissionais de bike Fit.

Ainda é mais comum encontrar profissionais de Fisioterapia e Educação Física que realizam a atividade. Mas, não é necessário ser destas áreas para fazer um curso bike Fit. Qualquer um que realizar um curso e se certificar pode ser um “bike Fitter”. Depois, é só buscar todas as ferramentas necessárias e realizar as avaliações dando mais conforto para ciclistas.

Qual o valor em média de um bike fit?

O mercado do bike fit está em crescimento, e hoje não há dificuldade em encontrar um bom serviço. Desta forma, há profissionais extremamente capacitados e com as melhores ferramentas e aparelhos disponíveis. Há sempre a diferenciação de valores conforme o local de atendimento, e do tipo de serviço.

Quanto aos locais, é comum realizar um bike fit em uma loja de bikes ou em estúdios especializados. Há também a possibilidade de receber um fitter nas residências ou outros locais. Claro que isso pode interferir no valor do serviço, levando em conta o deslocamento e as ferramentas usadas.

Portanto, em média, um bike fit custa aproximadamente R$ 250,00 cada sessão. Mas, dependendo do serviço procurado, esse valor pode aumentar ainda mais. Conforme se necessita de alguma especialidade fora do padrão, o valor sobe. Assim, é comum encontrar um bike fit a partir de R$350,00 até R$500,00.

E profissionais, quanto ganham?

A profissionalização em bike fit se tornou mais acessível com os cursos que surgiram no país. É possível se capacitar na profissão com apenas cursos oferecidos e sem a necessidade de formação específica.

Os cursos oferecidos possuem diversos formatos, e alguns incluem ferramentas básicas em seus valores. Em média é possível tirar a certificação com cursos a partir de 20 horas/aula até mais de 50 horas/aula. Também é possível realizar o curso no formato EAD, mas são exigidas horas presenciais como complemento e aperfeiçoamento.

Os valores podem partir de R$ 2.600,00 até R$6.000,00 em média. Depois de certificado, um profissional pode ganhar em média R$4.000,00 por mês em seu estúdio ou como salário. Assim, um curso bike fit pode trazer bons retornos aos profissionais que buscam essa área.

curso de bike fit
Fonte: Pinterest

Ferramentas p/ bike fit – kit

Um bike fit realizado de forma presencial é mais eficaz do que um remoto. Hoje há aplicativos que realizam o bike fit, mas sem o mesmo efeito de um presencial.Neles, é necessário inserir as medidas do quadro e do corpo que é calculado o que o ciclista precisa melhorar. Mas, não há o acompanhamento de um profissional capacitado que pode observar pontos de oportunidade para melhorar.

A observação de um profissional é muito importante, principalmente na correção de postura. Isso tudo melhora com os dados coletados por diversos aparelhos e ferramentas usadas no bike fit. E são diversos aparelhos que os profissionais usam em suas avaliações que coletam dados para os sistemas.

Muitas destas ferramentas são usadas para coletar as medidas das bikes e dos ciclistas. Como todas as medidas são importantes, há ferramentas para partes específicas de cada um. Assim, junto delas o fitter usa marcadores durante a avaliação, e assim guardam os dados coletados. Algumas das ferramentas são fitas métricas de diversos tipos, suporte MMSS, estadiômetro, marcadores refletivos, réguas, nível, trenas e guia de pés.

Com tudo isso, e o domínio completo dos sistemas de dados e análises, o fitter corrige postura de ciclistas. É importante observar que se faz necessário manter acompanhamento constante. Com o tempo é preciso consultar um fitter, uma vez que podem ocorrer mudanças na postura de uma avaliação. Outro ponto é caso haja a mudança de bike ou ajustes mecânicos, e por isso recomenda-se uma avaliação a cada oito meses.

Já conhecia o curso de bike fit? O que achou? Tem interesse na área? Nos conte nos comentários.

Artigos relacionados
Saúde e bem-estar

Sou ciclista e sinto pressão na parte íntima constantemente. O que pode ser?

O ciclismo é mais do que apenas um meio de transporte ou uma forma de exercício; para muitos, é…
Leia mais
DicasPreparação e prática

Dicas para ciclistas: 6 erros comuns de quem pedala

O uso da bicicleta para realização de atividade física, lazer, esporte ou mesmo como veículo vem…
Leia mais
Dicas

Será que a Bike Point SC é boa? Conheça mais sobre a loja aqui

Você já imaginou uma loja que transforma cada visita em uma experiência única para os amantes de…
Leia mais
Newsletter
Receba  novidades  do Bike Registrada

Receba toda semana matérias  e novidades do Bike Registrada

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?