Quem quer começar a pedalar precisa pensar no melhor tipo de bike para iniciante. E nem sempre essa é uma tarefa fácil, já que existem vários modelos, estilos, diferentes tamanhos de quadros e muitos outros pontos que precisam ser considerados.

Para lhe ajudar, nós separamos 6 tipos de bicicletas diferentes que podem ser ideais para você começar a pedalar e curtir a adrenalina de um passeio de bike. Confira!

1- Bicicleta urbana

A bicicleta urbana é ideal para os passeios com os amigos e a família e para se deslocar pela cidade. Geralmente, ela é um dos principais tipo de bike para iniciante, porque é bastante versátil.

Dentro dessa classificação, existem diferentes tipos de bicicletas, como as urbanas clássicas, as retrôs, as híbridas e assim por diante. A questão do estilo está diretamente ligada ao gosto e a personalidade do ciclista e não, necessariamente, ao desempenho.

Essa bike é perfeita para quem deseja passear pelas ruas da cidade, em parques, praças e em ambientes urbanos, seja sozinho ou em família e com os amigos. Também é uma ótima ideia para se deslocar até o trabalho, porque é bem resistente, confortável e permite incluir itens adicionais para transportar cargas.

As bicicletas urbanas, normalmente, são de tamanhos aro 26 para adultos e aro 24 para crianças, com pneus mais grossos para trajetos mais irregulares. Os tamanhos com rodas 700 mm são indicados para estradas de asfalto e estradas lisas.

2- Bicicleta dobrável

A bicicleta dobrável é um tipo de bicicleta urbana e ideal para quem precisa de mais facilidade na hora de se deslocar pela cidade – ou ainda tem o hábito de levar a bike para curtir momentos em outras cidades.

Como ela é dobrável, tem a vantagem de ser fácil de transportar, podendo ser levada no ônibus, no metrô ou mesmo no carro. Essa é a melhor opção de bike para quem deseja começar a pedalar para o trabalho. Afinal, é só dobrar a bicicleta e guardá-la no escritório mesmo. Também é uma boa ideia para quem vive em apartamentos, sem muito espaço para acomodar a magrela.

Na hora de comparar os modelos, considere alguns pontos, como: o peso (pode oscilar entre 9 a até 18 kg), a facilidade na dobragem, o tamanho (em geral, elas medem entre 70 a 80 cm de comprimento, 20 a 40 cm de largura e 60 a 70 cm de altura), a transmissão (nem todas as bikes dobráveis têm troca de marcha) e se o modelo é elétrico ou tradicional.

Outro ponto importante é o tamanho das rodas. Esse valor é dado em polegadas e existem versões de 26, 20 ou 16 polegadas. As de 20 polegadas são as mais comuns e que oferecem maior estabilidade, sendo ideais para trajetos mais longos.

3- Bicicleta elétrica

Um tipo de bike para iniciante muito procurada atualmente é a elétrica. Ela tem sido usada como uma ótima substituta de carros e motos para realizar diversas atividades cotidianas.

Basicamente, existem dois tipos de motores nessa bike que variam conforme a propulsão oferecida. O pedal assistido ou pedelec são os modelos nos quais o motor ativa o modo de propulsão conforme o ritmo das pedaladas cai, fornecendo um impulso adicional.

E os modelos com aceleradores são os mais completos que fornecem a propulsão sem a necessidade de pedalar. A partir da bateria carregada, o ciclista consegue controlar a aceleração na manopla, poupando o fôlego.

Na hora de escolher o modelo, considere o tipo de trajeto que você fará e o seu condicionamento físico. Se você for pedalar longas distâncias diariamente, a bike com acelerador é uma boa escolha.

Outro ponto é conferir a bateria. Existem modelos de chumbo-ácido que são mais baratas, porém também são mais pesadas, com menor vida útil e demoram mais para carregar. Já as de íons de lítio são mais leves, rápidas de carregar e têm durabilidade maior, porém também têm preços mais elevados.

4- Bicicleta Híbrida

A bicicleta híbrida é um modelo muito usado atualmente. Ela é uma mistura de mountain bike, speed e bikes de turismo, sendo uma verdadeira “faz tudo”, ideal para quem deseja pedalar em diferentes terrenos e momentos do dia.

Essas bikes estão equipadas com uma ampla gama de marchas. Para escolher o ideal, pense no seu perfil de ciclista. Se você vai apenas fazer passeios urbanos, não precisará de tantas marchas leves – as quais são indispensáveis para quem fará grandes subidas, por exemplo.

Além disso, a bicicleta híbrida pode ser encontrada nas versões sem ou com suspensão. Caso você vá pedalar em ruas pavimentadas e suaves, poderá dispensar a suspensão. Porém, em ruas difíceis e terrenos acidentados, é ideal optar por bikes com garfos de suspensão dianteira.

O mais bacana é que com essa bike você poderá pedalar em cidades, trilhas mais leves e até estradas de terra batida. Quando você olha para essa bicicleta, ela tem um design parecido com uma mountain bike, mas a diferença está nos pneus híbridos que rodam bem no asfalto e oferecem um pouco de tração em estradas de terra batida.

5- Estrada/ Speed

As bicicletas de estrada, também chamadas de speed, são voltadas para quem deseja velocidade e performance no asfalto. E também existem modelos específicos para pedalar nos velódromos. Essas bicicletas são direcionadas para a prática esportiva e são mais difíceis de pilotar.

Sua principal característica é o pneu bem fininho. Ela é indicada para quem deseja praticar ciclismo de estrada ou provas em velódromos. Antes de usar essa bike, a dica, contudo, é praticar, primeiro, em uma mountain bike, que é um modelo mais confortável e fácil de conduzir. Só depois dessa prática, parta para a bicicleta de estrada.

6- Mountain Bike

Essa é a bicicleta mais popular no Brasil e sem dúvida o principal tipo de bike para iniciante. E o motivo para a popularidade é que essa magrela é muito versátil. Embora ela seja planejada para pedais em áreas de terra, também pode ser usada para outros tipos de terreno, incluindo o asfalto, ainda que com menos velocidade.

A principal característica da mountain bike é a presença da suspensão, que pode ser dianteira ou full supension (dianteira e traseira). Os pneus também são mais largos e contam com cravos que dão mais aderência para quando for pedalar na terra.

Elas são indicadas para todas as modalidades de mountain bike e também para quem está começando a pedalar e deseja fazer passeios na cidade e pegar algumas trilhas em terra batida.

O quadro difere muito em termos de tecnologia e de peso dependendo do material. Você poderá encontrar modelos de aço (mais pesado e mais barato), alumínio (intermediário) e carbono (mais leve e mais caro). Além disso, existem diferenças em relação ao freio e ao conjunto de marchas – e tudo deve ser pensado baseando no uso que você fará da bicicleta.

Depois de conhecer todos esses modelos, já sabe qual tipo de bike para iniciante escolher? Ajude seus amigos: compartilhe essas dicas nas redes sociais!

seguro de bike