Para quem deseja comprar uma magrela, com um custo mais acessível e mais qualidade nos equipamentos, sem dúvida, uma excelente alternativa é investir na bicicleta usada.

Afinal, é possível encontrar bikes em ótimo estado, de marcas excelentes e com componentes de qualidade, por preços muito menores do que as bikes novas.

Porém, para que a compra da bicicleta usada não se transforme em uma enorme dor de cabeça, é fundamental ter atenção a alguns detalhes. Nós montamos este conteúdo com as principais dicas e pontos que você deve verificar. Confira!

Como comprar uma bicicleta usada?

Já está convencido de que a bicicleta usada é perfeita para seus objetivos – e o seu bolso? Então veja as dicas mais importantes para garantir uma compra segura.

#Dica 1: pense antes no tipo de bicicleta que você precisa

Antes de começar a pesquisar as bikes usadas, é importante pensar que tipo de ciclista você é – e qual magrela se encaixa melhor com seus objetivos.

Afinal, o que não faltam são opções, mesmo no mercado de usadas, como MTB, speed, downhill, bikes de entrada, bikes para competição – e assim por diante. Pense na frequência que você irá pedalar, em quais terrenos, o nível em que você está (iniciante, moderado ou avançado), se deseja uma bike apenas para passeios ou para competir, a modalidade que você pratica e assim por diante.

Para as mulheres, há opções de bicicletas femininas, com design especialmente pensado para suas necessidades. E para quem deseja rodar pela cidade com mais facilidade, também há as versões de bikes elétricas.

E, claro, pense também em qual é o seu orçamento, fazendo uma pesquisa para ter certeza de que ele é compatível com a bike dos seus sonhos.

bicicleta usada

#Dica 2: avalie com cuidado os componentes da bicicleta

Existem alguns pontos que são imprescindíveis e que precisam ser analisados cuidadosamente antes de comprar uma bicicleta usada. Vamos ver em detalhes.

Quadro

O quadro é uma das partes mais importantes da bicicleta e é por ele que você deve começar sua inspeção. Lembre-se que todo reparo nele precisa de uma repintura, então fique atento caso a bike não tenha pintura original (para verificar, sempre observe se há diferenças nas tonalidades).

Descascados na pintura, tanto nos quadros de carbono como de liga, precisam de atenção, pois podem ser indícios de trincas. Não confunda arranhados com trincas.

A dica é procurar por trincas nas junções das tubulações, principalmente nas áreas do tubo da caixa de direção, no movimento central e no triângulo traseiro, regiões que recebem maior impacto e que podem fadigar. Caso encontre alguma trinca no quadro, desista da compra, porque a bicicleta poderá lhe deixar na mão.

Roda, pneu, aro, cubo e raio

O conjunto das rodas é outro ponto importantíssimo de qualquer bicicleta. Verifique o aspecto geral dos pneus (que não devem estar ressecados e nem com rachaduras) e também os rolamentos do cubo. Gire a roda e sinta se ela tem fluidez. Aproveite e analise se o aro não tem nenhum amassado e se está alinhado.

No caso dos aros de carbono, essa avaliação deve ser ainda mais criteriosa, ficando atento onde a pista do aro pega a pastilha, analisando se já existe degrau ou trinca por aquecimento. Se for possível, remova as rodas e os pneus para verificar melhor as trincas e o desgaste.

Câmbios, freios e sistemas remotos

Aqui, você irá analisar a parte mecânica, como a pedivela, os freios, a transmissão e outros componentes remotos, como a trava da suspensão e o controle do canote retrátil.

Todos esses itens devem estar limpos e em pleno funcionamento. Para testar, dê uma volta na bike e troque todas as marchas, prestando atenção se surgem barulhos indesejáveis.

Se não tem como pedalar na bike, peça para o vendedor lhe enviar um vídeo passando todas as marchas com a bicicleta de ponta cabeça. Assim você consegue verificar a fluidez da transmissão. Caso a bicicleta não esteja passando as marchas com fluidez, você poderá negociar um desconto para poder fazer a revisão.

Em relação aos freios, verifique as pontas das mangueiras e aperte várias vezes conferindo se há algum vazamento, principalmente nos manetes. Aproveite e verifique se as pinças estão retornando perfeitamente e não esbarrando nos discos.

As travas de suspensão dificilmente apresentarão problemas. Caso você note um mau funcionamento, isso indica um problema na suspensão. Então, teste e caso a suspensão não trave por completo, saiba que você terá que fazer uma manutenção.

Aproveite e analise também o canote, tomando a liberdade de tirá-lo e colocá-lo no lugar. Alguns ciclistas soldam a peça ao quadro, impedindo os ajustes de altura e inviabilizando a compra.

Corrente

A corrente é o item mais fácil de ser trocado – e também um importante para a sua avaliação. Afinal, uma corrente nova não aceita coroa e nem cassete desgastados. Então, se você estiver comprando, por exemplo, em uma loja de bicicleta usada, exija uma corrente nova e faça o teste.

No teste, suba uma ladeira usando as marchas e se alguma estalar ou pular do dente é sinal que o componente já tem um desgaste.

#Dica 4: analise o preço

Em sites não especializados ou grupos na internet, os ciclistas podem colocar o preço que quiserem na bicicleta usada. Mas nem por isso ela vale exatamente o que o vendedor está pedindo.

Uma forma de analisar o preço justo é comparar o valor pedido pela bike usada com um modelo novo. Anote as peças, modelo, marca e todas as características da bicicleta que você está pensando em comprar e verifique quanto custa uma nova com um setup semelhante.

Não é incomum encontrarmos bicicletas usadas com um valor muito próximo ao de uma nova. Se esse for o caso, a compra não vale a pena.

#Dica 5: verifique o histórico da bike

Você pode pedir ao vendedor mais informações sobre o histórico da bicicleta, como: revisões, trocas de peças, revisão de amortecedores e suspensões, política de garantia do fabricante, entre outras informações importantes.

Como evitar comprar uma bike roubada?

Saber a procedência da bicicleta usada é uma ótima maneira de não comprar uma bike roubada. Um dos sinais clássicos de uma bike de furto é o quadro raspado. Vendedores que não entendem nada de bicicleta e apenas querem vendê-la a qualquer custo também levantam suspeitas.

Sempre tente investigar a origem da bicicleta que está pensando em comprar. Converse com o vendedor e busque saber se a bike é dele, por quais motivos está vendendo, como ele usava a bicicleta e, principalmente, se o produto tem nota fiscal.

Outra dica é buscar por bicicletas de marcas conhecidas. Isso porque algumas marcas oferecem garantia vitalícia caso o comprador tenha a nota fiscal do produto.

Uma maneira de checar se a bike não é originária de roubo é conferindo o sistema de registro de bicicletas do Bike Registrada. Ele é um banco de dados com mais de 100 mil ciclistas e suas respectivas bicicletas em todo território nacional. Nele, você poderá checar o ano, modelo, número do quadro, nome e o contato do dono da bicicleta. Se a bike que você estiver olhando aparecer na lista de bikes roubadas do sistema, é perigo na certa!

Alguns sinais que são indicativos de que uma bike é roubada (e que devem servir de alerta para você evitar a compra) são:

  • preço muito abaixo do valor de mercado;
  • foto no anúncio que não corresponde a bicicleta vendida;
  • vendedor que não conhece a bicicleta e não tem informações básicas sobre peças, revisões e usos;
  • quadro raspado.

Onde comprar com segurança uma bicicleta usada?

Para não ter dor de cabeça com a compra da bicicleta usada, uma última dica, mas fundamental, é buscar comprar a magrela de locais confiáveis, como o Classificados Bike Registrada.

Esse é um espaço criado pelo Bike Registrada, um seguro de bicicletas, reunindo ciclistas de todo o país que desejam comprar ou vender suas magrelas com comodidade e segurança.

Todas as bicicletas anunciadas na plataforma são registradas em nossa base de dados e passam por uma validação de procedência, o que traz muito mais segurança aos compradores.

E aí, curtiu nossas dicas para comprar uma bicicleta usada? Então coloque todas elas em prática verificando as opções imperdíveis do Classificados Bike Registrada!

seguro de bike