A principal prova de ciclismo do mundo já tem data para começar. Em pleno verão europeu, entre os dias 1 e 24 de julho, acontece o Tour de France 2022. Em sua 109ª edição, o campeonato de bicicleta mais esperado do ano trará um percurso de 3.328 km, dividido em 21 etapas. 

A largada será dada em Copenhague na Dinamarca e, como sempre, a chegada terá como cenário a Champs Élysées, em Paris, aos pés da Torre Eiffel. No Tour de France 2022, serão dias da mais pura adrenalina, onde atletas da elite do ciclismo disputarão o título de ciclista mais rápido do mundo.

Conheça a história do Tour de France 

É impossível não reverenciar a importância do Tour de France no esporte. Criado em 1903, pelo emblemático ciclista e jornalista esportivo francês Henri Desgrange, a competição faz parte da história do ciclismo mundial. Ela é símbolo de uma tradição que é aguardada todos os anos por milhares de pessoas em todo o planeta.

 A primeira edição já contava com mais de 2.400 km e tinha como percurso seis cidades do país. A expansão e a popularização da bicicleta como esporte se deu muito por conta da competição francesa. A partir dela é que foram criadas outras duas importantes provas para o calendário do ciclismo, o Giro d’Itália, em 1909, e a La Vuelta, na Espanha, em 1935. 

A competição possui o apelido de Grande Boucle, por conta da forma geográfica do percurso que, olhando no mapa, parecia um grande cacho. Durante todos estes anos, apenas em dois períodos da história as provas não aconteceram. De 1915 a 1918 por causa da Primeira Guerra Mundial e depois de 1940 a 1946, pela Segunda Grande Guerra.

Como funciona o Tour de France?

Como funciona o Tour de France

Considerado o evento de ciclismo mais importante do mundo, o Tour de France possui a cada ano um percurso diferente. Antes ele percorria todo o perímetro do país. Atualmente, ele é mais enxuto, mas envolve também territórios vizinhos. 

Normalmente os trajetos contam com mais de 3.000 km, divididos em 21 diferentes etapas e apenas com 2 dias de descanso. Ao todo participam 22 equipes com 8 atletas, totalizando 176 ciclistas da elite do esporte. 

A maneira de classificação no Tour de France é bem diferente, o que faz com que a disputa seja sempre muito interessante de acompanhar. Basicamente funciona assim: todos os dias os atletas largam juntos. No final do trajeto será calculado o tempo do ciclista que foi mais rápido. Ou seja, cada uma das etapas possui um vencedor. Durante os 21 dias é possível ter 21 diferentes vencedores. 

 Mas, somente ganha oficialmente o Tour de France quem for o ciclista mais rápido no total de todas as etapas. Por conta da somatória final, tudo pode acontecer. Até mesmo um atleta que sempre ficou somente na segunda posição, pode ter a chance de ganhar o prêmio total, se no cálculo do tempo ele foi melhor que outros que chegaram uma única vez em primeiro.

VANTAGENS: CAMISAS E SEGUNDOS  

Diariamente, no final da competição saem os cálculos da tabela de liderança, por isso, cada etapa possui a sua própria premiação. A recompensa? Segundos! 

– 1º colocado: 10 segundos.

– 2º colocado: 6 segundos.

– 3º colocado: 4 segundos.

Além disso, existe também a distribuição das famosas camisetas do Tour de France. Elas são entregues a cada atleta que se destacou em uma etapa, para ser usada apenas na etapa seguinte: 

Camisa amarela: é dada ao líder na classificação geral;

Camisa verde: sinaliza o ciclista com a maior pontuação;  

Camisa branca de bolinhas vermelhas: é usada pelo líder nos pontos de montanha;

Camisa branca: é oferecida para o líder na classificação por tempo, somente aos ciclistas da categoria jovem, até 25 anos.

CLASSIFICAÇÃO POR EQUIPES 

O Tour de France é o tipo de competição que pede consistência. Por isso, é preciso estar sempre no bolo, lutando pelas pontuações, principalmente nas etapas de montanhas, que são as mais disputadas. Para isso é preciso de uma boa estratégia de equipe. Mas, por mais que o ciclismo seja um esporte também coletivo, sabemos que no Tour de France o triunfo é individual.  

É como se cada membro da equipe trabalhasse durante todo o tempo para destacar um único atleta. Ainda assim, a classificação por equipe soma os tempos dos três principais ciclistas. A equipe vencedora da etapa, ganha o direito de usar o capacete amarelo no dia seguinte.

PRÊMIO DE COMBATIVIDADE

O prêmio de ciclista mais combativo é dado ao final de cada uma das etapas. No dia seguinte, o atleta possui o direito de usar o número da corrida impresso em vermelho. Ele é oferecido para quem, durante toda a corrida do dia, realizou algum ato de generosidade

Tour de France 2022: tudo sobre a competição!

Tour de France 2022: tudo sobre a competição

O percurso completo do Tour de France 2022 envolve quatro países. São eles: Dinamarca, Bélgica, Suíça e, claro, a França. Em solo francês, a competição visitará 8 regiões e 29 departamentos.

A disputa contará com seis etapas planas, sete relevos acidentados e seis montanhas com cinco subidas. Durante a competição, os atletas terão duas provas de tempo individuais, dois dias de descanso e um dia de transferência. 

Confira o percurso completo do Tour de France 2022 com todas as etapas, datas, localidades, condições e quilometragens: 

1ª etapa – 1 de julho: Copenhague – Copenhague (contra-relógio) 13 km.

2ª etapa – 2 de julho: Roskilde – Nyborg (plano) 199 km.

3ª etapa – 3 de julho: Vejle – Sonderborg (plano) 182 km.

Transferência – 4 de julho.

4ª etapa – 5 de julho: Dunquerque – Calais (relevos acidentados) 172 km.

5ª etapa – 6 de julho: Lille Metropole – Arenberg Port du Hainaut (relevos acidentados) 155 km.

6ª etapa – 7 de julho: Binche – Longwy (relevos acidentados) 220 km.

7ª etapa – 8 de julho: Tomblaine – Super Planche des Belles Filles (montanha) 176 km.

8ª etapa – 9 de julho: Dole – Lausanne (relevos acidentados) 184 km.

9ª etapa – 10 de julho: Aigle – Châtel Les Portes du Soleil (montanha) 183 km.

Descanso – 11 de julho: Morzine Les Portes du Soleil.

10ª etapa – 12 de julho: Morzine Les Portes du Soleil – Megève (relevos acidentados) 148 km.

11ª etapa – 13 de julho: Albertville – Col du Granon Serre Chevalier (montanha) 149 km.

12ª etapa – 14 de julho: Briançon – Alpe d’Huez (montanha) 166 km.

13ª etapa – 15 de julho: Bourg d’Oisans – Saint-Etienne (plano) 193 km.

14ª etapa – 16 de julho: Saint-Etienne – Mende (relevos acidentados) 195 km.

15ª etapa – 17 de julho: Rodez – Carcassonne (plano) 200 km.

Descanso – 18 de julho: Carcassonne.

16ª etapa – 19 de julho: Carcassonne – Foix (relevos acidentados) 179 km.

17ª etapa – 20 de julho: Saint-Gaudens – Peyragudes (montanha) 130 km

18ª etapa – 21 de julho: Lourdes – Hautacam (montanha) 143 km.

19ª etapa – 22 de julho: Castelnau-Magnoac – Cahors (plano) 189 km.

20ª etapa – 23 de julho: Lacapelle-Marival – Rocamadour (contra-relógio) 40 km.

21ª etapa – 24 de julho: Paris La Défense Arena – Paris Champs-Elysées (plano) 112 km.

PRÊMIO EM DINHEIRO

A organização do Tour de France 2022, concederá às equipes e ciclistas um total de 2,3 milhões de euros, incluindo o valor do prêmio final, onde o vencedor da classificação individual geral poderá levar para casa o montante de 500 mil euros.

Posso participar do Tour de France 2022? 

Estamos falando do Tour de France, a maior competição de bikes do mundo. Participar dela não é pouca coisa. Apenas os melhores atletas das maiores equipes do mundo são convidados oficialmente para competir. É realmente a elite do esporte. 

Se este é seu sonho é preciso correr na frente. Participar de corridas reconhecidas, vencer e ir progredindo cada vez mais. É importante também, almejar a participação dentro de equipes patrocinadas, já que os custos do ciclismo profissional são muito altos.  

Tenha na sua mente que não é impossível. No Brasil temos o belíssimo exemplo do ex-ciclista paranaense, Mauro Ribeiro, que além de participar, ganhou em 1991, a 9ª etapa do Tour de France daquele ano. O percurso de 160 km foi entre Alençon e Rennes. Na época, o atleta fazia parte da extinta equipe profissional francesa, Relation Main d’Oeuvre (RMO).

Como assistir ao Tour de France 2022? 

Ciclismo e turismo combinam? Sim! Se você está cansado de acompanhar o Tour de France somente pela TV a cabo ou serviços de streaming, saiba que é possível sim assistir a competição no local. 

Existem operadores oficiais de turismo, indicados pela própria competição, que oferecem pacotes onde é possível aliar passeios de bike e acesso privilegiado a algumas das etapas.  

Se o dinheiro estiver apertado e o euro assustar, dá para acompanhar também por conta própria, mas é preciso um bom planejamento. É que muitas das estradas para chegar até a linha de chegada ficam fechadas durante a disputa, por isso são regiões de difícil acesso. 

No geral, antes do final de cada etapa ocorre a Caravana da Publicidade. É uma prática antiga, onde os patrocinadores da competição, fazem uma espécie de parada com carros enfeitados. Quem aguarda a chegada do pelotão, costuma ganhar brindes das marcas. 

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que acontece no universo do ciclismo!