Esporte e Fitness

Tudo sobre andar na Estrada Real de bike

Montanhas, cachoeiras, palácios e avenidas clássicas por 7 dias e mais de 350 km de percurso. Fazer a estrada Real de Bike é um dos caminhos brasileiros mais procurados por ciclistas do mundo todo no Brasil pela sua variedade turística e riqueza cultural. 

Venha saber como planejar os melhores trajetos, quais itens são essenciais, qual.a história e cultura das cidades envolvidas, onde comer, onde repousar e também entender toda a importância do cicloturismo nacional pela preservação da Estrada Real.

O que é a Estrada Real e por que ela é um destino imperdível para nós ciclistas?

A Estrada Real é um percurso histórico desenvolvido para transportar o ouro e diamante da antiga Villa Rica, hoje Ouro Preto em Minas Gerais até o Porto do Rio de Janeiro. 

Desde o século XVIII, alguns caminhos fizeram parte do trajeto mas logo a coroa portuguesa determinou \”Ouro Preto até a Diamantina\” como o caminho mais seguro e rápido. Então fazem parte da Estrada Real: o Caminho Velho, o Caminho Novo e o Caminho dos Diamantes.

Mas além de ser um local de trânsito de joias, é, principalmente, um acesso às maravilhas da natureza local com estradas de terra e trilhas com pedras, rochas, areia, subidas, descidas e várias combinações geográficas. A culinária mineira e a cultura de cidades históricas também são incríveis atrativos para uma cicloviagem emocionante.

Como planejar sua aventura de bike na Estrada Real

Antes de iniciar a jornada, precisamos entender quais os nossos limites e objetivos no caminho. Pesquise suas cidades preferidas e quais os trajetos percorridos pela maioria dos ciclistas. A viagem pode levar de 6 a 10 dias, a depender do rendimento. Por aqui, vamos mostrar um exemplo do Caminho Velho, seguindo uma média de 620km por dia. Segue a divisão:

  • Dia 1: Ouro Preto a Entre Rios de Minas (MG) – 96km
  • Dia 2: Entre Rios de Minas a Tiradentes (MG) – 90km
  • Dia 3: Tiradentes a Carrancas (MG) – 112km
  • Dia 4: Carrancas a Sao Lourenço (MG) – 120km
  • Dia 5: Sao Lourenço a Guaratinguetá (SP) – 100km
  • Dia 6: Guaratinguetá (SP) a Paraty (RJ) – 103km

Quais os melhores trajetos e roteiros para ir na estrada Real de Bike?

https://www.pedalareviajar.com.br/estrada-real-de-bike/

Não existe um melhor que o outro. Escolha o seu tipo de estrada preferida: trilha, asfalto ou terra e quais as experiências que deseja. Cachoeiras? Museus à céu aberto? Centro histórico? Culinária? Não importa onde, terão belezas por todo o caminho! Todas essas decisões e prioridades irão te ajudar a definir o caminho alinhado com a sua expectativa de experiência. Separamos uma lista de passeios culturais imperdíveis:

Arquitetura de Ouro Preto: as belezas da arquitetura clássica, ornamentos requintados e toda a arte rococó brasileira. A famosa Praça Tiradentes, as impressionantes obras de Aleijadinho, casarões coloniais e Basílicas grandiosas. É um passeio de encantar!

Central de Atendimento ao Turista: Pense em uma parada certa? Em uma campanha da Secretaria Local, é possível retirar seu passaporte da Estrada Real na troca de 1kg alimento não-perecível.

Mina da Passagem: um passeio por dentro da maior mina de ouro do Brasil desativada. À 120m de profundidade, passear por dentro das grutas de carrinho de 200 anos e caminhar a pé: Inesquecível!

Camargos: um vilarejo charmoso no alto do morro.

Bicame de Pedra: um aqueduto construído pelos escravos em 1792. Com 4 metros de altura, suas pedras foram postas sob pressão sem nenhum concreto. É incrível.

Sítio Arqueológico da Pedra Pintada: Visitas à pinturas rupestres de 6.000 anos. Impressionante!

Entre paradas, paisagens paradisíacas, lanchinhos, fotos, museus e vistas exuberantes somam 8 horas de estrada. No pedal, média de 5 horas por dia.

 O que levar na mochila: Equipamentos e itens essenciais para o cicloturismo

Primeiramente escolha bem o principal equipamento: sua bike. Caso transite por estradas de terra e asfalto, as bikes estilo gravel cumprem perfeitamente seu papel. Com a geometria como as speed, os pneus mais largos e com freio a disco rendem muito bem no asfalto e cortam o barro sem perder a velocidade. Então ficam mais limpas do que a mtb, porém com os pedais eficientes como de uma mtb.

Dentre os itens de equipamento, opte por bolsas leves e impermeáveis e, no geral, tecidos mais leves na bagagem para não prejudicar seu rendimento. Uma dica é usar um jogo de bolsas no guidão e atrás do canote. 

Enquanto você for equipado com um conjunto, um par de tênis e um casaco impermeável, leve na bolsa: 1 garrafa de água, 1 casaco impermeável, 1 par de tênis, dois conjuntos de roupas apropriadas para pedalar e um vestido (ou outra peça masculina). 

Tire as suas dúvidas e saiba tudo que você precisa levar para uma cicloviagem.

Não se esqueça das pausas! Uma alimentação correta fará toda a diferença para o sucesso da sua cicloviagem. Aproveite para conhecer o tempero dos restaurantes locais e as diferenças regionais de cada parada. O melhor da viagem é curtir o caminho!

Hospedagem e alimentação: Opções para descansar e se deliciar durante a jornada

As pousadas locais são as melhores amigas da viagem. Oferecem café com pão de queijo, chocolate quente e outras iguarias salgadas que são o ponto-forte da culinária mineira.

Algumas dicas de pousada:

Pousada Villa Rica: localizada no centro de Vila Rica, no antigo Ginásio Municipal, em Ouro Preto. O dono Caio é um clclista apaixonado pelas estradas de Minas Gerais. Imagina ter acesso à dicas locais de quem conhece profundamente o caminho? Não tem preço!

Pousada do Lago: Aconchegante e com uma vista privilegiada das montanhas. Fica na Conceição do Mato Dentro, considerada a cidade capital mineira do Ecoturismo.

O impacto do cicloturismo sustentável na preservação da Estrada Real

Sabemos que o pedal é um dos esportes mais ecológicos e saudáveis que existem e por isso, o cicloturismo é vantajoso tanto para os turistas, quanto para os comerciantes, quanto para a cultura e a preservação do meio ambiente. A movimentação local promove a memória social, preserva a vivência na natureza, estimulando o bem estar e a felicidade.

Dicas de segurança para pedalar com tranquilidade na Estrada Real

  • Permaneça a 1.5m de distância de um carro, ônibus ou caminhão.
  • Não se abale com chuva, calor, lama ou cansaço, Aprecie a verdadeira essência de pedalar. O intuito é se entregar para a experiência!

Venha conferir exatamente como você vai estar viajando de bike com o máximo de segurança.

É importante ter seguro de bicicleta para viajar na Estrada Real ?

Sim. Para viver uma grande aventura, é indicado que você previna todos os riscos que podem acontecer e estragar o seu passeio. Qualquer queda, pneu furado, manutenção do equipamento podem ser facilmente resolvidos. Todos os imprevistos e desafios dessa viagem serão superados através do seguro do Bike Registrada. 

Fique sem preocupações e curta a sua viagem da melhor forma possível. Sinta o prazer de viver agora!

Artigos relacionados
Esporte e FitnessMTB

O que é ciclocross?

O que você vai ver nesse artigo Toggle O que é ciclocross?O que é ciclocross?Como…
Leia mais
CompetiçõesEsporte e FitnessNotícias

Conheça o XTERRA, esse incrível campeonato brasileiro (2024)

O XTERRA é uma competição com diversas etapas disputada no Brasil, originado nas ilhas do Havaí…
Leia mais
CompetiçõesEsporte e Fitness

O que é o Desafio Brou? Veja tudo que rola (2024)

Uma das maiores satisfações do ciclismo é superar os próprios limites e conhecer lugares novos.
Leia mais
Newsletter
Receba  novidades  do Bike Registrada

Receba toda semana matérias  e novidades do Bike Registrada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?