Não há nada pior do que tentar se adaptar a algo que não foi feito para você. O mesmo vale para o selim feminino. Cada vez mais o mercado do ciclismo vem realizando pesquisas e se desenvolvendo. O intuito é oferecer às mulheres que pedalam produtos que possam aliar conforto com alto desempenho, respeitando as necessidades e, principalmente, as particularidades de cada uma delas.

O incômodo proporcionado por um equipamento que não se ajusta adequadamente ao corpo pode não prejudicar sua performance nas atividades ciclísticas. E, também, resultar em sérios problemas de saúde. Por isso, preparamos um guia completo com as principais dicas para lhe ajudar a escolher o selim feminino ideal.

Selim feminino e masculino: qual a diferença

Que a anatomia humana é distinta entre homens e mulheres não é nenhuma novidade. Porém, algumas características são tão específicas que fez surgir a necessidade em criar produtos que se adequassem à estrutura física de cada um dos gêneros. É o caso da bicicleta feminina e também do selim.

Quando nos sentamos são os ossos ísquios que apoiam o peso do nosso corpo. Eles fazem parte da zona interior da pélvis, mais precisamente o quadril. No corpo do homem a largura média entre eles é de 12 cm. Já no corpo da mulher essa distância é um pouco maior, chegando a 13 cm.

Isso faz com que a distribuição do peso seja diferente, o que exige um equipamento que possa sustentar essa diferença. O selim masculino costuma ser mais comprido e com a ponta mais fina. Já o selim feminino possui a parte traseira mais larga e a ponta mais curta.

PROBLEMAS EM USAR UM SELIM ERRADO

Investir em um selim feminino que realmente se encaixe na sua estrutura física é a melhor maneira de desfrutar do bem-estar que só a vida em duas rodas pode proporcionar. Do contrário, a experiência a curto e longo prazo pode afetar a saúde da usuária, ocasionando:

  • Queimaduras ou vermelhidão nas partes íntimas;
  • Lesões na coluna por conta da postura incorreta;
  • Dormência na região genital e pernas;
  • Dor crônica em partes da vulva.

Um fator importante diz respeito a vida sexual das mulheres que pedalam. A pressão contínua de um selim não adaptado ao corpo feminino, pode gerar uma potencial chance de anorgasmia, uma condição que dificulta ou mesmo inibe o prazer.

6 Dicas para escolher o selim ideal

selim feminino

É notório como nos últimos anos as empresas especializadas no universo do ciclismo vêm investindo nas pesquisas e desenvolvimentos de produtos específicos para as mulheres que pedalam. Isso mostra um crescente aumento feminino na prática esportiva e também um respeito maior pela singularidade do gênero.

Estar diante de uma prateleira cheia de selins é sem dúvidas um grande desafio. Pensando nisso, preparamos algumas dicas que valem a pena levar em conta na hora de comprar o assento para a sua bike:

1. Pesquise o selim específico para o seu esporte

Longas pedaladas ou grandes impactos, não importa. Independentemente do gênero, cada modalidade do ciclismo pede um tipo de selim específico. Por isso, antes de adquirir um novo equipamento é importante estar por dentro do que cada disciplina exige e, a partir disso, encontrar o que melhor se adapta ao seu corpo.

2. Verifique o formato

Como você já deve ter percebido, o maior risco ao comprar um selim, especialmente o feminino, é que não existe um padrão geral. Os corpos são diferentes e os formatos também. Normalmente no mercado o selim feminino é apresentado com a parte traseira mais larga, sendo capaz de se adaptar aos quadris femininos.

3. Consulte os maateriais do revestimento

A princípio pode parecer menos importante pesquisar qual o tipo de material utilizado no revestimento do selim da bike, mas não é. Em primeiro lugar, porque o selim feminino precisa ter um acabamento mais áspero que impeça um possível escorregamento durante a pedalada.

Já em segundo, as condições externas dos ambientes podem interferir se o revestimento não for resistente e de boa qualidade. Por exemplo, bicicletas muito expostas às mudanças climáticas de sol e chuva ou utilizadas em trilhas com lama e água.

4. Escolha o tipo de forração

No senso comum é normal pensar que um assento com bastante enchimento é mais confortável, porém nem sempre é. O acolchoado de cada selim depende muito da modalidade praticada. Ciclistas que utilizam a bike por cerca de 2 horas, precisam realmente de bancos com mais forração, pois o tempo de prática não exige uma adaptação maior do corpo.

Já quem realiza longas pedaladas entre 3 e 5 horas, o enchimento deve ser reduzido para não gerar incômodo. Grandes maratonas com exposição de mais de 6 horas pedem acolchoados ainda mais espessos. Algumas empresas utilizam borrachas e aplicam gel em determinados pontos de acordo com a fricção do corpo feminino.

5. Experimente antes de comprar

Calcular a largura dos ísquios é importante para auxiliar a escolha, mas ter a chance de experimentar o equipamento antes de comprar é ainda melhor. Se possível vá até a loja física e teste o assento. Perceba como o seu corpo se molda a estrutura. Nessas horas, mais do que as indicações de amigas ciclistas, o que conta mesmo é a sua experiência com o produto.

6. Dê uma atenção especial na hora da instalação

O serviço de um profissional de bike fit é indicado não apenas para ciclistas experientes, mas também para os iniciantes. A inclinação correta do selim no momento da instalação deve respeitar as partes mais sensíveis do corpo feminino, considerando as diferenças anatômicas.

Acessórios para mulheres

Aliar o selim com roupas para o ciclismo é um dos melhores artifícios na hora de garantir uma boa pedalada. Existem bermudas, calças e bretelles de qualidade e confortáveis. O ideal é adquirir peças com forro em tecido antibacteriano, de tamanho adequado e que possa oferecer uma secagem rápida. Não se esqueça de que, com elas, não é necessário usar roupa íntima para pedalar.

Além das vestimentas e do selim apropriado, um bom parceiro de atividade ciclística pode ser um creme próprio para evitar as assaduras, possibilitando longas pedaladas. Ele atua como uma ação preventiva, impedindo possíveis atritos entre o corpo, a roupa e o assento.

Assine a nossa newsletter e receba periodicamente conteúdos exclusivos sobre as diversas modalidades de bike, dicas de saúde e equipamentos!

seguro de bike