Segurança do CiclistaSeguro Bike RegistradaSeguro de Bicicleta

Seguro de bike: indenização ou reposição? Qual é o melhor?

Para quem faz da bicicleta o seu próprio estilo de vida, um simples passeio é um verdadeiro prazer. Seja na utilização para o caminho do trabalho, treino físico ou mesmo na curtição do tempo livre, poder contar com a nossa bike é sempre uma experiência incrível. Mas, a diversão pode rapidamente se transformar em uma experiência ruim. E é nessas horas queum bom seguro de bike faz toda a diferença.

Um acidente, dano ou perda pode custar muito caro. Ter a possibilidade de contar com uma cobertura abrangente de um seguro de bike para essas eventualidades é ótimo. Porém, é preciso estar atento na hora da contratação e entender como funciona o procedimento de reparação em caso de sinistro. Afinal, o que é melhor: receber uma bicicleta compatível ou ganhar o valor de uma indenização?

 

Como funciona o seguro de bike?

Bom, antes de falarmos sobre como se dá o processo de indenização, é sempre bom explicar o funcionamento do seguro, especialmente o de bicicleta. Existem muitas dúvidas sobre o assunto, mas fiquem tranquilos que é bem fácil de compreender.

Durante a contratação do seguro, dentro das coberturas básicas de uma apólice, é recomendada a contratação das coberturas contra acidente ou quebra, roubo ou furto qualificado e responsabilidade civil.

Caso aconteça algum evento de qualquer uma destas naturezas, o seguro deverá ser acionado. É o que chamamos de abertura de sinistro.

Em situação de acidente ou quebra, o seguro cobre os gastos com conserto ou substituição das peças da bicicleta. Apenas em eventos de acidentes com perda total, ou seja, quando não é possível nenhuma reparação, é que o segurado poderá receber a indenização total da bicicleta.

Já no caso de roubo e furto qualificado, o ciclista deverá registrar imediatamente o acontecido junto às autoridades locais. Com o Boletim de Ocorrência em mãos é que se inicia o processo de sinistro. Lembrando que, na proteção contra roubos, entram episódios de assalto ou ameaça grave. No furto qualificado, é preciso que exista a destruição ou rompimento de barreira.

E a franquia: quando eu devo pagar?

Estabelecida desde o momento em que o seguro é contratado, a franquia nada mais é do que a participação do ciclista no sinistro. Seu valor é constituído de um percentual em relação ao valor total do bem protegido, no caso, a bicicleta.

Nas situações em que ocorre a necessidade de uma indenização total, o segurado precisa arcar com este pagamento. É um valor muito baixo, se comparado ao preço total de uma bicicleta.

Tipos de ressarcimento do seguro de bike: indenização x reposição

O inesperado pode acontecer, até mesmo com os ciclistas mais experientes. Por isso, é aconselhável possuir um seguro de bike que possa estar do seu lado quando você mais precisar. Dentre as diferentes soluções que existem no mercado, cada operadora fornece um tipo diferente de proteção. É uma divergência que trata diretamente do ressarcimento em caso de furto, roubo ou perda total.

Entenda como funciona cada uma das regras.

Ressarcimento Por Reposição

Apenas algumas seguradoras trabalham com esse tipo de modalidade de compensação. A reposição de uma nova bike acontece após o evento de perda total em caso de acidente ou a subtração da bicicleta, seja roubo ou furto qualificado. A ideia deste tipo de ressarcimento, é a de que não haverá uma depreciação na contratação pelo valor de uma nova bicicleta.

Porém, quando acontece o ressarcimento por reposição, muitas vezes o modelo da bicicleta pode não estar mais disponível no mercado. Nesse caso, quando não houver nenhuma possibilidade da compra de um equipamento igual, é que o segurado recebe um modelo similar.

Somente em casos extremos, onde realmente não existir nenhuma outra bicicleta com os parâmetros parecidos, é que o segurado poderá ser recompensado com o valor em dinheiro, de acordo com a declaração de limite máximo de indenização.

Seguro de bike: indenização ou reposição? Qual é o melhor?
 

Ressarcimento por indenização

Já a compensação do sinistro por meio de uma indenização, acontece de acordo com o valor do modelo, informado no momento da contratação por meio da nota fiscal do produto ou da avaliação de acordo com o valor de mercado.

Ou seja, a seguradora trabalha com base no valor da condição contratual e é este preço que irá prevalecer durante o processo de indenização. Tudo é muito transparente e o segurado fica ciente disso desde o momento em que ele recebe a cotação.

De posse do valor pago do sinistro, o ciclista terá a total liberdade com o dinheiro, podendo adquirir uma nova bicicleta, de qualidade igual, inferior ou superior a que ele tinha anteriormente ou usar o dinherio com o preferir.

Quais são os prós e os contras de cada um?

Compreender perfeitamente como funciona é a melhor maneira de contratar o melhor seguro de bike. No ressarcimento por reposição, o segurado garante a restituição da sua bicicleta, mas somente em casos de possui um modelo novo e presente no mercado. Caso contrário, terá que aceitar o modelo similar, que pode não agradar tanto.

Por outro lado, o seguro com indenização em dinheiro oferece autonomia, para que o ciclista possa escolher o melhor modelo, seja uma bicicleta nova ou usada, antiga ou atual. Ele possui total independência para usar o dinheiro da indenização como quiser. Neste contexto, no valor da indenização total, sempre será debitado o valor da franquia estipulada no momento da contratação.

Já no caso das seguradoras que oferecem a opção do ressarcimento por reposição, o segurado deve quitar a franquia dos prejuízos indenizáveis antes de receber a bicicleta. Ou seja, o valor não poderá ser deduzido, já que o ciclista não receberá nenhum tipo de pagamento. Isso nem sempre é positivo, pois sabemos que tem meses que fica difícil manter uma reserva financeira em dia.

Prazos para pagamento da indenização

Segundo normas da própria SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), que é o órgão que regulariza o mercado de seguros no país, o prazo de indenização não deve ultrapassar mais de 30 dias. Ele só começa a contar após a entrega de todos os documentos solicitados pela seguradora.

Conheça o seguro da Bike Registrada. Ele é fácil, rápido e sem burocracia. Todo o processo de contratação é online, até mesmo a vistoria. Você só vai precisar sair de casa para pedalar. Faça já a sua cotação no site!

Artigos relacionados
Segurança do Ciclista

Como prevenir acidente e atropelamento de ciclista

Sair para fazer um pedal na estrada é sua praia? Então você deve ficar atento para evitar muitos…
Leia mais
EstudosNotíciasSegurança do Ciclista

Mortalidade de ciclistas em São Paulo: uma análise de duas décadas

Bem-vindo ao nosso blog no Bike Registrada! Hoje, vamos mergulhar em um tópico crucial para todos…
Leia mais
Segurança do Ciclista

12 Responsabilidades e deveres dos ciclistas

Quem anda de bicicleta tem o direito de exercer as suas atividades com segurança e liberdade, mas…
Leia mais
Newsletter
Receba  novidades  do Bike Registrada

Receba toda semana matérias  e novidades do Bike Registrada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?