As provas de mountain bike são conhecidas por serem compostas em trajetos curtos. Mas, há uma modalidade que exige mais resistência dos atletas se assemelhando a uma marotona.

O XCM é uma modalidade que cresceu muito nos últimos anos, e se popularizou com competições locais, continentais e mundiais. Inclusive, no Brasil, ganhou as manchetes com o título mundial de Henrique Avancini no campeonato mundial de mountain bike.

Porém, mesmo com o crescimento da modalidade, muitos ainda não a conhecem, e a confundem com as outras siglas do mountain bike. Portanto, fique conosco e confira abaixo tudo sobre o XCM e como começar a praticar essa desafiadora modalidade, além de dicas de preparo para uma prova.

Fonte da imagem de destaque: Fonte: ge.globo.com

O que é XCM?

O universo das competições de mountain bike é repleto de modalidades diferentes. Uma delas, que tem causado grande impacto com percursos longos e desafiadores é a XCM. Mas afinal, o que é essa modalidade?

Em primeiro lugar, é preciso não confundir o XCM com as provas de XCO. Essas siglas as vezes trazem confusão a alguns ciclistas iniciantes de mtb. O XCO é o cross country olímpico, que possui percursos reduzidos em relação ao XCM, e com mais intensidade. As provas são realizadas em circuitos com distâncias a partir de 6km, podendo chegar até 20km.

O cross country marathon, ou XCM, é uma forma de corrida de mountain bike, só que de longa duração. As provas podem ter a partir de 50km e chegar até 120km, em percursos com diferentes tipos de terreno. Além disso, há diversas subidas e descidas em meio a trilhas, que trazem a resistência dos atletas a prova.

Uma prova de XCM ultrapassa 3 horas de duração na média, e por isso é considerada uma maratona de mountain bike. Por isso, a resistência e a preparação para a prova de XCM é um diferencial para os atletas. 

Além claro, da técnica que os ciclistas precisam para realizar o percurso, que exige muita habilidade e força.

Dicas para começar a praticar o XCM

Como em qualquer modalidade do mountain bike, é preciso muita preparação na prática do XCM. Então, ter algum domínio sobre as bicicletas de mtb, bem como técnicas de pilotagem são fundamentais para a modalidade. Ela requer atenção e reflexos rápidos para as descidas em meio as trilhas.

Mesmo com menos intensidade do que outras modalidades, o XCM precisa de uma boa preparação física. A resistência tanto para os percursos longos, tanto para suportar as subidas em bom ritmo é muito importante. Portanto, o preparo físico é um dos principais pontos da modalidade.

A alimentação e a hidratação também são fatores que os ciclistas precisam se adaptar ao começarem no XCM. Em provas longas, é comum que os ciclistas se alimentem durante as provas, para reporem toda energia que gastaram com seus esforços. A reposição de líquidos também é importante, e os ciclistas carregam a quantidade que acharem necessário para uma prova.

Aliado a todos esses fatores, os ciclistas que querem começar no XCM precisam se preparar psicologicamente. Por se tratar de longas distâncias, os cliclistas vão no limite de seus corpos e com isso o fator psicológico entra em cena. 

Estar mentalmente com um bom preparo ajuda a realizar boas estratégias e fazer boas escolhas, principalmente na dosagem de energia do corpo.

Quem pode praticar o XCM?

Qualquer ciclista apaixonado por mountain bike deseja explorar os limites de seu corpo e suas técnicas. Então, em uma modalidade extrema como é o XCM chama a atenção por ser completa e explorar trilhas diferentes e imprevisíveis.

Para começar, é preciso conter a afobação em iniciar uma nova modalidade, e estar com o condicionamento físico em dia. Ele será muito necessário para que o ciclista encontre e mantenha seu ritmo sem se esgotar rapidamente.

Portanto, além da vontade em começar o XCM, o ciclista precisa estar familiarizado com seus limites. Saber quando precisará utilizar mais força, mais técnica ou quando precisará pedalar mais fazem parte disso. Assim, para a prática da modalidade é fundamental ter muita resistência e bom preparo físico e mental. E então está pronto?

xcm
Fonte: sistime.com.br

O que torna o XCM especial?

Por ser uma modalidade com percursos longos e muito tempo de duração, a XCM é muito desafiadora. Os competidores realizam o percurso de uma prova apenas uma vez, e com isso traçam suas estratégias no decorrer da corrida.

Outra característica interessante do XCM é que além de trilhas e subidas e descidas, há trechos curtos de asfaltos ou paralelepípedos. Mas, o predominante são os terrenos irregulares característicos do mountain bike off-road.

Por se tratar de provas de longa duração, o XCM exige muito além do aspecto físico dos ciclistas. É importante que haja uma boa preparação mental para suportar a distância e os desafios que a prova requer de seus atletas. 

Assim, a modalidade é conhecida como uma das mais desafiadoras, e com isso uma prática completa em cima da bicicleta.

Principais competições de XCM.

A modalidade é reconhecida pela UCI (Union Cycliste Internationale), o mais importante órgão internacional do ciclismo. Assim, ela organiza uma competição anual, que é a mais importante da categoria, dando o título mundial ao vencedor. 

Além do Campeonato Mundial, há outras provas importantes de XCM, também organizadas pela UCI que compõe a Marathon Series, campeonatos nacionais e campeonatos continentais.

Estas são as provas mais importantes da categoria, tanto masculinas quanto femininas. Infelizmente, esta ainda não é uma modalidade praticada em Olimpíadas, como a XCO, mas é uma das mais importantes do mountain bike. 

O Brasil já teve um campeão mundial pela UCI em 2018, com Henrique Avancini. O ciclista ganhou o direito de vestir a camisa arco-íris e levou o esporte a outro patamar no país, ajudando a aumentar o alcance da modalidade.

Em 2021, a prova foi disputada na Itália, na Ilha de Elba no mês de outubro. A prova masculina teve 115km e um vencedor alemão, Andreas Seewald em mais de 6 horas de percurso. E na etapa feminina a vencedora foi a suíça Mona Mitterwallner com quase 5 horas de competição em 80 km.

Características das bikes para praticar XCM

Para que o desempenho seja melhor, é recomendável que a bicicleta para o XCM seja leve. Em busca de conforto, algumas bikes possuem suspensão traseira, que ajuda absorver o impacto. Porém, este acessório aumenta o peso do equipamento e pode afetar no desempenho durante uma prova.

Além de leves, as bicicletas para esta modalidade precisam ser muito resistentes. Tendo em vista o grau de dificuldade e de impactos que o XCM tem em suas provas, as bikes precisam ter boa durabilidade. Quanto ao tamanho dos aros, o recomendável é que tenham entre 27,5’ e 29’, perfeitas para os tipos de terrenos por onde passam as provas.

Gostou de conhecer mais sobre o XCM? Quer outros conteúdos como esse? Assine nossa newsletter!

seguro de bike