ComponentesManutenção de bike

Hierarquia Shimano: conheça a classificação dos grupos de MTB (atualizado 2023)

Se você quer montar uma bike, comprá-la nova ou usada, é um bom sinal de que quer subir de nível no pedal. E se quiser começar a pedalar, melhor ainda. Nesse momento, algo que deve ser o primeiro ponto colocado antes de adquirir a bike é ver o grupo de peças que vem nela. Por isso, conhecer a hierarquia Shimano e seus respectivos grupos é o primeiro passo para ter as peças ideais para o seu objetivo.

Cada marca trabalha com peças de diferentes níveis que equipam bikes de entrada, intermediárias e de competição. Ou seja, o grupo de peças que envolve os freios, câmbios, trocadores, cassete e pedivela precisa ser alinhado com o perfil da bike.

Para ter uma bike mais leve ou para ganhar rendimento em treinos, conheça agora neste post, a hierarquia Shimano em seus diferentes grupos de mountain bike para 2023!

Esse conteúdo é muito importante para nós, ciclistas, e por isso atualizamos com as principais mudanças da hierarquia Shimano para 2023.
São elas:

  • Manete de trocador com visor
  • Trocadores de câmbio com Rapidire Plus;
  • Câmbio dianteiro com Side Swing;
  • Câmbio traseiro Shadow RD+: transmissão silenciosa;
  • Discos de freio com Center lock, Freeza e Ice Technology;
  • Cassete com Hyperglide+

Vem entender melhor sobre a nova hieraquia shimano (atualizado 2023).

 

Qual é a hierarquia shimano para os grupos de mountain bike? (atualizado 2023)

A hierarquia acontece de acordo com o nível de dificuldade da pedalada e do nível de conhecimento do ciclista. Ou seja, as primeiras peças são indicadas para quem está buscando praticar em trilhas fáceis, como é o caso dos praticantes casuais de MTB.

As segundas, já para o nível intermediário, é indicada para a prática de downhill, ou cross country em terrenos mais difíceis. Nesse nível, o praticante consegue uma bike adequada por um preço acessível, sem precisar de um equipamento profissional.

O terceiro nível é para aqueles que buscam o mais alto desempenho nas pistas, seja por lazer ou para competir. Peças mais refinadas e específicas para alcance de resultados são o foco dessas linhas. Existem casos em que o grupo de peças estão no mesmo nível hierárquico, porém são indicados para finalidades distintas.

A – Cross Country

TOURNEY

Shimano Tourney 2020

Créditos: Shimano

O primeiro grupo da marca japonesa entrega 18, 21 ou 24 velocidades para terrenos leves e um perfil de ciclista que quer mesmo é passear. Peças bastante duráveis e com bom acabamento são parte dessa linha da hierarquia Shimano.

São eles:

Touney TZ500 (mais básico);

Tourney Tx50 e Tx30;

Touney TY700 e TY500;
Torney TX800 (mais avançada)

CASSETE: 8 VELOCIDADES
PEDIVELA: 3 COROAS

A novidade aqui é o Manete de Trocador Ez Fire Plus, no modelo TX800. Similar ao Rapidfire Plus, esses trocadores tem 2 manetes, sendo o de cima responsável por aumentar a marcha. Aqui também há um visor de marcha, o que facilita o uso por ciclistas iniciantes.

Estes trocadores são mais adequeados para o ciclismo informal e estão presentes nos grupos mais básicos como Tourney e Acera.

Alguns diferenciais da linha são:

  • pedivela FC- TX801 3×8
  • velocidades 42-42-22 dentes ou 48-38-28
  • cassete cs-hg200-8 com 8 coroas do 12 ao 32 dentes com tecnologia hyperglide, uma troca muito mais rápida e suave que possibilita o máximo desempenho em combinação com a sua corrente.

Preço médio do KIT: $470 a $850

ALTUS

Shimano Altus 18v

Créditos: Shimano

Um dos grupos mais aclamados de bikes urbanas, funciona para passeios longos e mini treinos. Ou seja, é uma melhro opção para quem está iniciando no MTB casual por manter um bom desempenho em estradas. A relação inclui jogo de freios hidráulicos e 18 velocidades bem distribuídas.

Na versão M2000, a série Altus já permite a prática de MTB casual e urbano. Nessa versão, a oferece um rototor de freio muito diferenciado, chamado Center Lock. Este sistema permite uma instalação rápida, fácil e com um anel para bloqueio. Este tipo de montagem economiza horas que seriam gastas apertando parafusos e oferece rigidez e precisão. Ou seja, frenagens melhores. Este tipo de disco só vale com pastilhas de resina.

Cassete: 7, 8 e 9 velocidades

Pedivelas: 3 coroas

Diferenciais: tecnologia Shadow no câmbio traseiro.

Preço Médio do Kit: R$1692

ACERA

Shimano Acera 27v

Créditos: Shimano

Para quem curte um cicloturismo, rodar bastante na cidade e em trilhas, a hierarquia Shimano tem o Acera.

Essa é uma linha mais robusta que oferece muita durabilidade e o mesmo design de câmbios de linhas superiores. Freios hidráulicos e relação de 27v ou de 18v são pontos altos.

Na versão M3000, mesmo sendo de entrada, já oferece um pouco mais de desenvoltura para o MTB casual. Aqui nessa versão também temos o manete de trocador Ez Fire Plus.

Cassete:7, 8 e 9 velocidades

Pedivelas: 2 ou 3 coroas

Diferenciais: tecnologia Shadow no câmbio traseiro.

Preço Médio do Kit: R$1850

ALIVIO

Shimano Alivio 18v

Créditos: Shimano

Um grupo dedicado para um mountain bike aventureiro em trilhas técnicas e trechos longos, cheios de barro, pedras e cascalho. Esse grupo conta com, entre outros diferenciais, pedivela integrado, 27 ou 18 velocidades e cassete padrão 11-36 dentes.

Como o próprio nome já diz, agora é hora de ficar tranquilo para uma prática mais radical de MTB. Atualmente na versão M3100.

Cassete: 9 velocidades

Pedivelas: 2 ou 3 coroas

Diferenciais: câmbio dianteiro com side swing.

Preço Médio do Kit: R$2899

DEORE

Shimano Deore 10v

Créditos: Shimano

Para subidas íngremes e descidas rápidas! O grupo de entrada da categoria top de linha é páreo para qualquer desafio. Na hierarquia Shimano, o Deore passou a ter relação 1×11, 2×11, 1×10 e 2×10.

As versões 10 e 22 velocidades é para quem busca ou uma gama de marchas pequena ou muito grande. O câmbio traseiro passou por um redesign e está mais leve, continuando com a trava que o deixa mais rígido.

No mais, os freios a disco hidráulicos ganharam mais potência e um design discreto, permitindo maiores frenagens com um dedo só no manete.

O grande diferencial é o sistema Rapidfire Plus, que equipa grupos Deore e XTR com o recurso 2Way-Release que permite trocar rapidamente até três marchas com um único movimento. Além de aplicar menos força e operar com mais velocidade, também ajuda a manter um visual menos poluído próximo ao guidão.

Essa é a divisão atual em três versões:

M6100 (12s)

M5100 (11 s): 1X11 ou 2X11 Velocidades;

M4100 (10s) : 1X10 ou 2X10 Velocidades.

Cassete: 10, 11 e 12 velocidades

Pedivelas: 1 ou 2 coroas

Diferenciais: câmbio dianteiro com side swing – 15% mais eficiente, essa tecnologia aumenta a potência da frenagem em 100%, por acionar de uma forma macia e sem curvas.

Preço Médio do Kit: R$3180

SLX

Shimano SLX 12v

Créditos: Shimano

A hierarquia Shimano definiu há alguns anos que o grupo SLX seria de 12 velocidades. E isso garantiu um grupo de alta performance ainda mais leve.

Destaques desse grupo são os cubos de eixo passante — boost — que seguem os padrões da maior parte das bicicletas aro 29 intermediárias de hoje.

No mais, o cassete da linha SLX permaneceu com pinhões de alumínio para reduzir peso. Além de ter ganho freios mais potentes também.

Bem como o XTR, o XT ainda está disponível em duas versões, uma para cassetes de 12 velocidades (M8100) e acionamento mecânico e outra para cassetes de 11 velocidades (M8050) e acionamento eletrônico Di2.

O mais recente modelo é o SLX M7000.

Cassete: 11 e 12 velocidades

Pedivelas: 1 ou 2 coroas

Diferenciais: acionamento eletrônico Di2

Preço Médio do Kit: R$6040

XT

Shimano XT 12v

Créditos: Shimano

O grupo top de linha da hierarquia Shimano ficou mais leve em 2021, e foi redesenhado para duas versões: uma de 11 e outra de 12 velocidades: XT M8100 e XT M8000

O XT equipa discos do tipo com a tecnologia Ice Tech — esfriam mais rápido nas frenagens — e peças todas em alumínio, aliviando peso e gerando alto rendimento. Freios e pinças Ice Tech também fazem parte do XT, além de cubos para eixo boost. Aqui também contamos com o sistema Rapdfire plus.

Essas últimas versões também acompanham a tecnologia Ice Tech Freeza, que combina a tecnologia anterior com os discos Freeza, que possuem uma geometria específica e permite uma passagem maior de vento, resultando em um maior resfriamento.

XT DI2

Essa é a versão eletrônica do grupo XT, deixando o grupo todo ainda mais leve. Não há mudanças consideráveis além dessa, para o padrão mecânico.

Cassete:

– 11 velocidades (M8050) e acionamento eletrônico Di2.

– 12 velocidades (M8100) e acionamento mecânico

Pedivelas: 1 ou 2 coroas

Diferenciais: acionamento eletrônico Di2

Preço Médio do Kit: R$6040

XTR

O grupo mais avançado da hierarquia Shimano para MTB é uma versão ainda melhor de seu “irmão” XT. Essa versão do XTR é disponível em 12 ou 24 velocidades, enquanto a segunda é voltada para a categoria enduro e all mountain.

Trocas mais rápidas e os cassetes em padrões 10-51 e 10-45 dentes, para as respectivas 12 e 24 velocidades, entregam a alta performance do grupo.

Uma mudança trazida também para o grupo XTR é que ele tem freios a disco hidráulicos em pinças de dois ou quatro pistões.

O mais leve e o mais avançado do grupo, a marca o trouxe em sua última versão em 2023 como M9100 com opções 1×12 e 2×12.

Nele, estão inclusos:

  • Maneta de câmbio com Rapidfire Plus;
  • Sistema de freio Sil-Tec
  • Câmbio dianteiro com Side Swing;
  • Câmbio traseiro Shadow RD+: transmissão silenciosa;
  • Cassete com Hyperglide+;
  • Discos de freio com Center lock e Ice Technology.

Com o Rapidfire Plus Mono, você é capaz de aumentar e reduzir a marcha em um manete leve e compacto. Inclusive, é possível realizar trocas duplas de marcha em um posicionamento natural do dedo mantendo a garra firme no guidão. Usabilidade 10/10.

Já a Sil-tec nos freios garante uma pedalada mais suave e uma peça mais durável, definindo-se em uma tecnologia de acabamento de superfície através de um processo de galvanização avançado com flúor. Em comparação a correntes comuns, a Sil-Tec possui -60% de atrito de deslizamento e -2.7db de ruído na tração. Também garante 30% melhor desempenho na remoção da lama.

Outra tecnologia no sistema de frenagem é o polymer coated cable, como se fossem polímeros como tubinhos de borracha em volta do cabo. Assim, as áreas de contato com o revestimento interno são reduzidas, o que preserva a graxa e torna qualquer troca mais suave e eficiente.

As versões mais atuais são XTR M9000 e XTR M9100.

Cassete: 12 velocidades
Pedivelas: 1 ou 2 coroas

Preço Médio do Kit: R$8999

XTR DI2

A versão eletrônica do grupo XTR é o ápice que a hierarquia Shimano alcançou no mundo de tecnologias para o mountain bike. Nesse modelo, o XTR comporta 11 e 22 velocidades.

Qual o melhor grupo da hierarquia shimano para mountain bike?

A Shimano pode ter trabalhado muito para criar o seu melhor grupo de mountain bike, que é de fato o XTR Di2. O modelo vem com o melhor em tecnologias modernas para o MTB, aliando eficiência, precisão e peso baixíssimo.

Contudo, afirmar que o XTR Di2 é o melhor grupo da Shimano seria desprezar a dedicação da própria marca em relação aos outros grupos da hierarquia Shimano.

O motivo é que cada grupo dentro da hierarquia Shimano tem seu propósito de uso. Logo, enquanto o Tourney é ideal para passear, o XTR é perfeito para competir. E usar o melhor grupo para passear no bairro não ofereceria a real experiência que ele proporciona.

Logo, o melhor grupo Shimano é aquele que funciona melhor para o seu objetivo de pedal. Seja passear ou competir.

Esse tema da hierarquia Shimano pode ficar de lado quando não se conhece para qual tipo de objetivo o grupo foi criado. Logo, adquirir uma bike com peças de alto desempenho pode não funcionar para a sua proposta de pedal.

Não damos uma regra, mas a dica que vale a pena arriscar é testar cada um desses grupos e ver o que se encaixa ao passeio, treino ou competição que você deseja. Assim, você vai sentir na hora qual é a melhor opção de grupo da hierarquia Shimano.

Já pensou em pedalar de bike nova ou vai de usada mesmo? Acesse agora a página especializada e com ofertas seguras de bikes no Brasil todo: Classificados Bike Registrada!

Aproveite e pedale protegido. Assine o seguro Bike Registrada.

Simule e contrate agora

Artigos relacionados
Componentes

Guia completo do quadro aro 29

Neste guia, vamos desvendar todos os segredos do quadro aro 29, uma escolha popular entre ciclistas…
Leia mais
Componentes

Análise completa do quadro Hupi Naja

Imagine um quadro de bicicleta que não apenas complementa sua paixão por trilhas desafiadoras, mas…
Leia mais
EquipamentosManutenção de bike

Melhores kit tubeless & como escolher o seu

Dentre todas as inovações tecnológicas que chegaram para transformar a maneira como nós…
Leia mais
Newsletter
Receba  novidades  do Bike Registrada

Receba toda semana matérias  e novidades do Bike Registrada

8 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?