A pandemia mudou a vida de todas as pessoas no mundo inteiro. E o seu pedal não seria uma exceção. Mas, para tudo, existe uma palavra mágica chamada adaptação. E é possível manter-se equilibrado fisicamente e mentalmente o tempo que for preciso, fazendo uma série de atividades diárias.

O coronavírus pegou a todos de surpresa. Uma situação da qual boa parte das pessoas não estava minimamente preparada para viver. Mas, o seu bem-estar e a disposição que a bike proporciona não serão perdidos se você seguir alguns passos.

Saiba agora como manter-se são e com o físico em dia, para você continuar fazendo seus giros nas trilhas e estradas durante ou depois da pandemia, com energia!

Alongue-se

Como sempre, alongue-se. Fazer alongamentos matinais ou pouco antes de pegar a bike, seja para dar uma pequena volta na rua — ainda é permitido — ou no rolo de treino, deve ser mantido.

O alongamento é o que vai manter o seu corpo flexível e com o vigor para fazer atividades tanto na bike como fora dela. E se você é mais um dos milhões que está em home office, vale fazer aquelas pausas a cada hora, para se esticar.

Afinal, ficar sentado o dia todo e depois ir pedalar não será nada bom para o seu corpo. Portanto, alongue-se.

Tenha uma alimentação balanceada

É dos alimentos que vem os nutrientes e a energia que vai te manter sempre com saúde para seguir os seus treinos. Mesmo que eles sejam menos intensos durante a quarentena.

Ademais, é com uma alimentação balanceada que a sua mente também terá energia para se manter ativa, criativa e sempre com disposição.

Seja para fazer os seus alongamentos, treinos no rolo, ficar no home office e ir ao supermercado, além de claro, cuidar da casa e da família. Por isso, invista na alimentação.

Faça uma caminhada pelo menos duas vezes por semana

É preciso reforçar que você deve diminuir a frequência dos seus treinos, para manter a política de isolamento social, que ajuda a conter a pandemia.

Então, se você fazia os seus pedais 4 ou 5 dias na semana, ou praticava outro esporte e precisou parar, dá para contornar isso. Faça de 2 a 3 caminhadas de 20 a 30 minutos, por semana. Busque locais isolados ou com nenhuma movimentação.

Além de manter as suas pernas fortes e preparadas para continuar pedalando, a atividade ainda ajuda você a pegar luz solar. E pode acreditar, ela é tão importante quanto o resto das dicas para ficar em forma durante a quarentena.

Claro, antes de sair à rua para os seus minutos de exercícios, se certifique sobre as políticas estaduais e municipais da sua cidade. Pois algumas podem impedir o passeio em alguns locais ou mesmo por todo o município.

Seguindo as recomendações da OMS, para fazer os exerícios em segurança, não saia às ruas se estiver com sintomads da Covid-19 e mantenha distância mínima de 1 metro das outras pessoas. Também, lave as mãos com água e sabão antes de sair e assim que chegar em casa e passe álcool em gel em seguida, além de deixar o tênis de caminhar, fora.

Caminhar

Créditos: Pexels

Treine no rolo de duas a três vezes por semana

Ao invés de fazer tantos treinos na rua durante a semana, vá para o rolo. Isso mesmo, o rolo de treino é o equipamento que vai salvar boa parte dos seus pedais nessa quarentena, e até quando a pandemia do coronavírus permanecer.

Se você já tem o seu rolo de treino, ótimo, faça os seus ajustes, programe os seus horários entre cuidar de casa, trabalhar, pedalar e ter um tempo com a família. Ou pelo menos para falar com seus familiares por vídeo.

Já se você não tem esse equipamento, faça o seguinte:

Leia este post completo sobre rolos de treino e depois corre para comprar o seu pela web.

Vale a pena para assegurar o seu treino durante a quarentena, e vai funcionar para depois também, da mesma forma. Ou seja, benefícios não faltam e o investimento aqui está voltado à sua saúde.

Descanse e faça outras atividades para manter a mente relaxada

Essa quarentena traz desafios ao dia a dia, mas nem por isso você deve deixar de lado algumas das atividades que fazia antes da pandemia acontecer.

Então, esse é o momento de separar aquele livro para relaxar, ouvir algumas músicas, passar o tempo que for preciso com quem se ama dentro de casa e buscar atividades para refrescar a cabeça.

Cozinhar, fazer algum tipo de artesanato, escrever. Essas e outras atividades são sugestões para você ocupar a cabeça e manter-se ativo. Pode ter certeza: isso tudo influencia no seu pedal.

Também, pedale somente o necessário para não ficar com o corpo “enferrujado”. E se você for pedalar com amigos, mantenha distância deles desde a saída até a chegada do passeio ou treino. Lembre-se de se hidratar e evitar lugares perigosos, já que as ruas estão desertas.

Acompanhe todas as nossas dicas de pedal. Siga nosso Facebook, Instagram, YouTube e Twitter!