Conforme ganhamos confiança ao pedalar e conhecemos lugares novos e incríveis, é normal que sintamos vontade de compartilhar nosso entusiasmo. E atualmente com tantas redes sociais e tecnologias disponíveis, fica cada dia mais fácil. Portanto, o seguinte passo lógico é colocar uma câmera no capacete e filmar nossas aventuras de MTB ou qualquer outra modalidade.

Mas quem nunca mexeu com isso pode ter receio de quebrar algo, ou ter que furar ou usar uma cola no capacete e estraga-lo. Porém, hoje em dia isso não é mais uma preocupação. As câmeras já vêm de fábrica com tudo o necessário para colocá-las sem problemas.

Se estiver pensando em colocar uma câmera no capacete, então leia nosso artigo a seguir. Verá que é súper simples!

Como colocar uma câmera no capacete

Primeiramente é preciso ter uma câmera, certo? Há muitas opções boas no mercado, e falaremos sobre elas em breve, mas o importante agora é saber que a maioria delas conta com acessórios para colocar a câmera no capacete, no guidão, no kayak, na prancha de stand-up e praticamente em qualquer suporte do esporte que pratiquemos.

Os capacetes de bicicleta geralmente vêm com aberturas, isto é, furos de ventilação. Neste tutorial vamos aproveitar esses furos para colocar a câmera no capacete. Quantas mais aberturas tenha, melhor. Senão 3 ou 4 já serão suficientes.

Caso seu capacete não tenha furos, então será mais difícil colocar a câmera sem justamente furá-lo ou fazer alguma gambiarra, mas isso não é para nada recomendável. Nesse caso o melhor seria comprar uma câmera com os suportes exatos para seu capacete.

câmera no capacete

Para colocar a câmera no capacete vamos precisar só alguns dos acessórios.

É indispensável ter a case de plástico rígido para protegê-la e que também serve para montá-la onde nós queremos. Também vamos precisar da base de montagem e as alças de segurança.

Para encaixar a case de plástico na base, o kit da câmera conta com alguns parafusos que são muito simples e intuitivos de colocar. Portanto, vamos explicar diretamente como colocar a câmera no capacete:

  • Em primeiro lugar, colocamos a câmera na case e, por baixo, colocamos os parafusos e o que seja necessário para encaixar tudo na base.
  • Depois escolhemos o lugar do capacete onde colocaremos a base. Em geral, o melhor lugar é no meio e na parte mais alta, mas também podemos colocá-la um pouquinho mais para frente. O essencial é garantir que a base vai ficar fixa e estável.
  • A base da câmera possui umas aberturas aos lados para colocar as alças. Portanto, o seguinte passo é colocar uma alça em cada lado da base.
  • Em seguida, passamos cada uma das alças pelas aberturas do capacete que estiverem mais próximas da base.
  • Viramos o capacete com cuidado, esticamos bem as alças desde dentro, e as passamos de dentro para fora pelas aberturas mais próximas daquelas que já usamos.
  • Agora viramos o capacete novamente, abrimos com cuidado os prendedores das alças e passamos o que sobrou das alças por eles, mas sem apertar muito ainda.
  • A seguir, puxamos as alças em simultâneo, para que fiquem com a mesma longitude e pressão possível.
  • Mantendo a pressão, fechamos os prendedores ao mesmo tempo com os polegares.
  • Finalmente, passamos pelas aberturas o que sobrou das alças.
  • Colocamos a câmera na base e balançamos o capacete para verificar se está firme.
  • Pronto! Já estamos preparados para pedalar e filmar nossas trilhas favoritas.

As melhores câmeras

Escolher uma câmera pode ser um pouco difícil, porque há muitíssimas opções no mercado. A seguir falaremos brevemente apenas das melhores no 2021.

GoPro HERO 9 Black

Sem dúvidas, a melhor. Se você pretende filmar com qualidade profissional, essa é a opção. Logicamente, também é a mais cara, mas se destaca muito das outras.

Possui um sistema de estabilização HyperSmooth 3.0 que garante imagens nítidas sem importar as condições ou dificuldade da sua pedalada. Grava em qualidade 5K a 30 fps e em 4K a 69 fps.

E atenção: é a prova d’água até 10 metros sem necessidade do case.

A duração da bateria é de 1 até 3 horas.

DJI Osmo Action

É o concorrente mais forte da GoPro. A marca conquistou o mercado da fotografia com drones, o que permitiu desenvolver uma importante tecnologia de estabilização de imagens. Aquele aprendizado foi agora colocado ao serviço das action cameras, com projeção para ser um concorrente importante das melhores marcas.

Possui vários recursos bacanos, como ativação por voz e tela traseira sensível ao toque.

A DJI também é á prova d’água sem case até 11 metros, tirando vantagem da GoPro, e grava em 4K até 60 fps.

As diferenças principais com a GoPro de cima é que é um pouquinho mais pesada, possui menos qualidade para tirar fotos ou gravas vídeos e a bateria dura menos. Porém, é mais do que se pode pedir para uma gravação ótima.

GoPRo HERO 7 Black

Para quem tiver menos orçamento disponível, essa opção é ótima. É claro, não possui todas as características da sua irmã, mas continua sendo uma das melhores opções para gravar vídeos surpreendentes.

Possui o HyperSmooth, grava em 4K a 60 fps e conta com o sistema TimeWarp para fazer vídeos em time lapse, ideal para os fãs da natureza. E também possui capacidade de resistência à água até 10 metros sem case.

GOPro HERO 7 Silver

Sim, mais uma GoPro para a lista. Sem dúvidas essa marca é uma campeã das action cameras.

A 7 Silver está nessa lista porque, além de ser uma das melhores, é uma das mais accessíveis sem deixar de ser muito boa. Grava em 4K até 30 fps mas não possui um sistema de estabilização tão sofisticado quanto as outras. Porém, dá conta das nossas aventuras.

Também é resistente à água até 10 metros sem case, ideal para dias de chuva.

Drift Innovation Ghost 4K

Finalmente temos a Drift, que forma parte dessa lista porque é uma das poucas que possui um design aerodinâmico e é muito resistente.

Um dos pontos para destacar é o áudio. Consegue neutralizar o som do vento típico de uma gravação em alta velocidade.

Não possui resistência à água sem case, mas grava em 4K a 30 fps e conta com um sistema de estabilização de imagem otimizado para gravar em 1080.

Cuidados da câmera

Finalmente, algumas dicas para prolongar a vida útil da nossa câmera no capacete e tirar maior proveito das gravações:

  • Tenha total certeza de que a câmera no capacete está bem fixa e não se mova. As alças são fortes sim, mas só se estiverem bem colocadas.

  • Tenha total certeza de que a case está bem fechada.

  • Evite que a lente entre em contato com terra, areia, poeira ou sujeira.

  • Lave o case com água doce da torneira.

  • Limpe a lente com um pano macio para óculos ou para telas de computadores. Certifique que não há areia ou detritos na lente ou no pano antes de limpar. Limpe de forma circular e de dentro para fora.

  • Guarde e transporte a câmera numa superfície acolchoada.

  • Desligue a câmera sempre que for possível para salvar bateria.

Agora sim, já tem tudo o que precisa para colocar e usar uma câmera no capacete para gravar suas aventuras e ficar com a lembrança para sempre. Mas ainda não sabe qual capacete escolher? Então leia nosso artigo sobre tudo o que precisa saber sobre capacetes de bike!

Classificado de bikes; marketplace de bikes