Segurança do Ciclista

Colisão entre automóvel e bicicleta: o que fazer?

Econômicas, práticas e amigas do meio ambiente, cada vez mais as bicicletas têm ganhado espaço na vida dos brasileiros. Se outrora ela era muito usada como forma de lazer, aos poucos moradores dos grandes centros começam a incluí-las também como meio de transporte. O único problema é que as cidades não estão preparadas para lidar com a presença do ciclista dentro de uma rota e a colisão entre automóvel e bicicleta, pode acontecer.

A mobilidade urbana e a integração entre todo e qualquer meio de transporte é uma luta que estamos aos poucos ganhando. Mas, infelizmente sabemos que uma parcela dos motoristas ainda possuem comportamentos incorretos e uma direção longe de ser defensiva.

Mesmo assim, o ciclista deve fazer a sua parte, guiando com o maior cuidado possível e procurando evitar a colisão entre automóvel e bicicleta, por respeito a sua vida e aos demais cidadãos.

Colisões mais frequentes

Conhecer os tipos mais comuns de batidas entre veículos e bikes pode ajudar a evitar acidentes. Confira alguns:

  • Um veículo que não percebe a presença do ciclista e cruza a rua, virando à direita.
  • O próprio ciclista, que, sem olhar para trás, vira à esquerda e cruza a rua enquanto um veículo que se aproxima.
  • Em uma via de mão dupla, quando o veículo no sentido contrário resolve fazer um cruzamento, enquanto o ciclista está em movimento reto.
  • Um veículo que colide com um ciclista durante a manobra de estacionamento.
  • A repentina abertura da porta do lado do motorista que, não olhou pelo retrovisor e, portanto, não percebeu a aproximação do ciclista.

Sabendo previamente como acontecem algumas destas colisões, fica mais fácil tentar preveni-las.

Saiba o que fazer em caso de colisão entre automóvel e bicicleta

colisão entre automóvel e bicicletaMesmo possuindo um bom equilíbrio, a bicicleta é muito instável por conta das duas rodas. Um pequeno solavanco é capaz de desestabilizar e provocar um acidente com pequenos ferimentos ou mesmo situações graves.

Portanto, devemos estar sempre atentos para evitar uma colisão. Mas, caso ela aconteça, o que devemos fazer?

1 – Tente permanecer calmo

Não se esqueça, a sua vida é a sua prioridade. Respirar fundo e tentar estar tranquilo neste momento é o melhor que se faz. Assim, de cabeça fria será mais fácil perceber se houve alguma lesão ou fratura durante a queda.

2 – Anote a placa do carro

No trânsito, infelizmente nem todo mundo assume as suas responsabilidades. Caso o motorista fuja ou passe informações erradas, tendo o número da placa será possível encontrá-lo. Escreva no celular, tire foto ou, em último caso, tente memorizar, associando as palavras e números a nomes e situações da sua vida.

3 – Acione a polícia ou os bombeiros

A presença imediata da polícia ou bombeiros no local irá ajudar a solucionar mais rapidamente o problema e garantir a segurança e integridade de todos. Em caso de acidente onde tenha feridos, a chegada de ambulâncias para o local é acionada pelas próprias autoridades.

Em todo acidente com vítima deve ser emitido o Boletim de Registro de Acidentes de Trânsito (BRAT), que serve apenas para documentar o ocorrido e não para decidir questões ligadas aos prejuízos. Caso não consiga que o BRAT seja feito no local, ainda é possível fazer um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima.

De posse de um destes documentos, será mais fácil buscar os seus direitos como cidadão. O DPVAT (Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres) é um seguro social que indeniza vítimas de acidentes de trânsito.

UTILIDADE PÚBLICA

Tenha sempre salvo no telefone celular estes números:

Polícia Militar – 190
Bombeiros – 193
Polícia Rodoviária Estadual – 198
Polícia Rodoviária Federal – 191

4 – Ligue para alguém de confiança

Sempre é bom poder contar com amigos e família em horas difíceis. Caso seja possível, chame alguém ou mesmo avise sobre o acidente. O ideal também é informar quais serão os próximos procedimentos.

Precisando se deslocar para um hospital ou delegacia, a bicicleta não poderá ir com você. A presença de uma pessoa de confiança ajudará a cuidar disso, enquanto você estiver resolvendo outras coisas.

5 – Converse com o motorista

A vítima nunca deverá arcar sozinha com o prejuízo, por isso é preciso conversar sobre o assunto. Evite discussões acaloradas no momento após o acidente. Peça os meios de contato do motorista e dê os seus a ele.

6 – Documente o máximo possível

Dentro das suas limitações, busque registrar o máximo de informações do ocorrido. Tire fotos e faça vídeos da situação, do trecho da via, da bicicleta e do carro. Anote o telefone das testemunhas e explique que, no caso de um processo, você precisará do depoimento deles.

7 – Houve uma queda brusca ou ferimento? Vá ao hospital

Uma simples tontura pode ser sinal de que as coisas não estão bem. Mesmo que você não tenha ferimentos visíveis, após uma queda brusca convém ir a um hospital fazer uma bateria de exames. Uma hemorragia interna, por exemplo, muitas vezes permanece escondida por conta da adrenalina, mas a sua negligência pode ser fatal.

EXAME DE CORPO DE DELITO

O Instituto Médico Legal (IML) é o órgão que realiza o chamado Corpo de Delito. O exame consiste em identificar no corpo da vítima todos os vestígios de que existiu uma ação delituosa, configurando em um crime contra a vida. O documento final vai relatar todas as lesões corporais encontradas. Para agilizar o resultado, vale a pena apresentar os exames realizados no hospital durante o primeiro atendimento.

Você é segurado da Bike Registrada? Nosso papo é outro!

O seguro da Bike Registrada foi pensado exclusivamente para ciclistas profissionais, amadores e esportivos que procuram andar de bicicleta com mais segurança. E é claro que, em situações como essa de colisão entre automóvel e bicicleta, a Bike Registrada estará junto com você.

De acordo com a sua apólice, em caso de acidente, basta acionar o seguro e imediatamente será providenciado o transporte, o reboque e os reparos da sua bike.

FICOU INTERESSADO?

A Bike Registrada possui dois produtos que cobrem todo o território nacional e oferecem uma cobertura ampla em caso de acidente ou quebra, transporte, reboque e assistência 24h por dia. São eles: o Bike Ativo e o Bike Performance. Para fazer uma cotação online e saber mais sobre ambos os produtos, visite a página do Seguro Bike Registrada.

Colisão entre automóvel e bicicleta: como evitar?

Alguns hábitos são simples e podem evitar problemas futuros, principalmente uma colisão entre automóvel e bicicleta. Confira nossas dicas!

  • Regra de ouro: use sempre capacete.
  • Evite distrações como o uso de fones de ouvido enquanto pedala.
  • Prefira usar roupas que despertem atenção enquanto pedala.
  • Nunca pedale na contra-mão. Os ciclistas também devem respeitar as leis de trânsito.
  • Diminua a velocidade quando houver chuva ou áreas com o chão molhado.
  • Evite pedalar próximo ao meio fio.
  • Nunca dispute espaço com ônibus, carro ou moto, forçando uma situação.
  • Tente sinalizar o máximo as suas intenções no trânsito.
  • Nunca utilize o celular enquanto pedala.
  • Faça regularmente uma manutenção na sua bike. Falhas mecânicas e falta de sinalização noturna podem causar acidentes.

Seguro Bike Registrada: companheiro para todas as horas. Faça já uma cotação online e veja como é fácil e barato pedalar tranquilo por aí!

Artigos relacionados
Segurança do Ciclista

Como prevenir acidente e atropelamento de ciclista

Sair para fazer um pedal na estrada é sua praia? Então você deve ficar atento para evitar muitos…
Leia mais
EstudosNotíciasSegurança do Ciclista

Mortalidade de ciclistas em São Paulo: uma análise de duas décadas

Bem-vindo ao nosso blog no Bike Registrada! Hoje, vamos mergulhar em um tópico crucial para todos…
Leia mais
Segurança do Ciclista

12 Responsabilidades e deveres dos ciclistas

Quem anda de bicicleta tem o direito de exercer as suas atividades com segurança e liberdade, mas…
Leia mais
Newsletter
Receba  novidades  do Bike Registrada

Receba toda semana matérias  e novidades do Bike Registrada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?