Desde que surgiu no mundo, a bicicleta não parou de evoluir e novos modelos e melhorias surgiram e continuam surgindo. É por isso que atualmente temos muitos tipos de magrelas à disposição, incluindo a bike fixa.

Embora a bike fixa seja um modelo bastante tradicional, tornou-se muito popular nas grandes cidades. Mas, porquê? Qual é a diferença com outras bicicletas? Existem diferentes bicicletas fixas? É conveniente usar uma?

É lógico: com tantas opções, a situação pode ficar um pouco confusa. Por isso fizemos este post, com tudo o que precisa saber sobre bike fixa.

O que é uma bike fixa?

É preciso deixar uma coisa em claro: a bike fixa não é aquela bicicleta de academia onde você pedala sempre no mesmo lugar. A primeira vista trata-se de uma bike normal, para usar na rua, porém apresenta características próprias.

As duas principais particularidades são que só tem uma marcha e não tem roda livre. Numa bicicleta convencional, se você deixar de pedalar, a roda continua girando. Mas numa bike fixa isso não acontece. Se você estiver pedalando e para de repente, a bicicleta freia. Ou seja, ela não precisa de um sistema de freios, os próprios pedais são os freios.

Algumas das vantagens de uma bike fixa são:

  • Leveza e agilidade: por não ter marchas ou sistema de freios, pode ser até uns 5 quilos mais leve do que outras bikes. Por isso não importa tanto que não tenha marchas já que, ao final de contas, será mais leve e poderá ganhar mais velocidade. Nesse caso depende mais da condição física do ciclista do que da bike.
  • Baixa manutenção: pelo mesmo motivo anterior, requer muita menos manutenção. Os principais problemas das bikes convencionais costumam ser, justamente, os freios e as marchas.
  • Não é amiga de ladrões: é uma bike extremamente simples e minimalista, com o básico para funcionar. Portanto, não tem peças atrativas para os ladrões.
  • Mais atenção aos detalhes: por ser mais simples, em geral os fabricantes gostam de faze-las mais customizadas. Não é incomum encontrar modelos com pinturas especiais, quadros feitos à mão ou detalhes diferenciados.

A desvantagem da bike fixa é que você talvez precise ser um ciclista mais experiente para poder circular com confiança. No caso das subidas, por exemplo, é só você e a força das suas pernas. Nas descidas também precisará ter força nas pernas para frear o senão deverá meter o pé na roda traseira para gerar fricção e diminuir a velocidade.

No caso das curvas, dificilmente você poderá fazer uma curva rápida e fechada porque, por não conseguir deixar de pedalar, será necessário fazer uma curva bem aberta e com menor velocidade.

A bike fixa ficou muito popular em cidades como Nova Iorque que é majoritariamente plana. Portanto, uma bicicleta nesse estilo parece uma opção prática e sensata. Antes de adquirir uma bike fixa, é bom considerar esse ponto porque se você mora num lugar cheio de morros, provavelmente ela não será tão conveniente.

Por outra parte, vale destacar que é uma bike essencialmente urbana. Será muito difícil fazer uma trilha com uma bike fixa. Mais bem é pensada para andar em estradas longas e planas.

bike fixa

Diferenças entre bike fixa, single e contrapedal

Dentre as bicicletas fixas existem três modelos principais. Confira!

Fixa

A fixa propriamente dita. Você controla a velocidade e o freio com suas pernas. Se você pedalar rápido, a bike vai rápido. Se você pedalar devagar, a bike vai devagar. Se você para de pedalar, a bike freia. Isto é transmissão direta.

Contrapedal

A principal diferença com a bike fixa é que se você para de pedalar, a roda continua girando. Mas também não possui sistema de freios. Para deter o movimento, é preciso justamente fazer um movimento de contrapedal, ou seja, pedalar para atrás.

Single

Basicamente a single é o ponto meio entre uma bike fixa e uma convencional. É uma bicicleta leve, sem marchas e de manutenção baixa, mas possui freio na frente, portanto, é possível, por exemplo, fazer curvas fechadas e rápidas.

É a mais recomendada para quem pode ter dificuldades para se adaptar ao sistema de freio com o pedal, porém gostaria de ter uma bike leve e que exija pouca manutenção.

Postura ideal para pedalar na bike fixa

Para quem está acostumado andar em MTB ou bikes convencionais, a adaptação da postura para pedalar numa bike fixa é importante.

A bike fixa é mais agressiva e o ciclista pedala inclinado para frente, como nas bikes de velocidade. Isso provoca uma sensação de velocidade muito gostosa, mas é preciso considerar alguns pontos:

  • O guidão pode estar na mesma altura ou um pouco mais baixo que o selim.
  • Requer de uma postura mais inclinada para ter maior velocidade e potência porque por não ter marchas é preciso aproveitar mais as forças da física.
  • O guidão deve absorver a maioria do peso, ao contrário de uma bike convencional, onde o peso vai mais para o selim e os pedais.
  • Os braços devem estar em 90° em relação ao peito.

Como montar uma bike fixa

Se você quiser encarar o desafio de montar uma bike fixa, essas são as dicas:

  • Quadro: para montar uma bike fixa em geral é utilizado um quadro de bicicleta para pista, porque permite que a corrente fique bem esticada graças as gancheiras horizontais. Porém, não é fácil encontrar esse tipo de quadros. As melhores opções são encomendar um quadro ou encontrar quadros de bicicletas de velocidade mais velhas.
  • Cubo: achar cubos específicos para bike fixa é mais fácil, mas caso você não consiga, dá para usar um cubo de uma MTB colocando um pinhão de bike contrapedal, mas é essencial que o pinhão fique bem fixo.
  • Pedivela: quanto mais simples, melhor. Uma coroa grossa de alumínio de 44 x 16 ou 46 x 18 com eixo quadrado será mais que suficiente. O importante é que fique o mais perto do quadro.
  • Rodas: os aros e pneus das bicicletas de estrada são os favoritos dos fãs da bike fixa. Também dá para colocar rodas de carbono, fazendo que a bike fique muito leve.
  • Guidão: a preferência aqui é do ciclista. Uma das opções mais populares é o guidão de bike de estrada e o bull horn.
  • Pedal: os pedais precisam ser grandes. Os modelos Plataforma BMX são os mais procurados porque tem os furinhos aonde vai o refletor, mas que nesse caso serão usados para colocar o firma pé ou uma correia para pedalar na posição certa.

E você, já tem ou andou de bike fixa? Se sim, deixe seu comentário! Gostaríamos de ouvir suas experiências e dicar de pedalada com esse tipo de bike.

seguro de bike