Percursos e trilhas

Bicicleta em Bento Gonçalves (RS): confira trilhas incríveis

Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, apresenta muitas opções para quem gosta de bicicleta. Seja para cicloturismo, Mountain Bike (MTB) ou Speed, a cidade oferta inúmeros trajetos para que você possa pedalar em grande estilo. E o melhor de tudo: há trilhas para bicicleta em Bento Gonçalves para todo mundo, independentemente se você é iniciante ou um atleta veterano nessa prática.

A seguir, a Bike Registrada, sabendo que vocês adoram um desafio, selecionou 3 trilhas de cada modalidade, de diferentes níveis, para você conhecer e aproveitar a aventura.

Imagem da capa: Reprodução Vinhedos

Bicicleta em Bento Gonçalves: MTB

Essa é uma das modalidades de ciclismo disponíveis no Brasil, em que o Mountain Bike (MTB) se caracteriza por transpor percursos em um terreno com diversas irregularidades e obstáculos.

Sendo assim, o MTB é uma prática que exige uma bike específica para esse momento: com pneus mais largos do que a estrada, amortecedores traseiros e dianteiros, com um material bem resistente, para que o impacto não passe para o ciclista nem torne a trilha ou treino muito difícil.

As 3 trilhas mais famosas para bicicleta em Bento Gonçalves, no estilo Mountain Bike são:

Salto Ventoso

A trilha considerada fácil nesta região é a que tem como destino final Salto Ventoso, que é um parque próximo da cidade. Em uma trilha de 66,3 km, que consegue ser feita em menos de 4h, você consegue contemplar a beleza, natureza e cascata com 56 m de queda bem diante dos seus olhos. Essa, de dúvidas, é uma baita recompensa após pedalar por algumas horas.

Caminhos de Pedra

Para os ciclistas de nível intermediários, a trilha considerada moderada para região é a que realiza um percurso mais longo, que 65,01 km e pode ser feito em 5h e 13 minutos. Os ciclistas saem de Bento Gonçalves sentido Tamandaré, até o Salto Venoso (o parque que citamos anteriormente).

Após isso, vai da Farroupilha até o Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio e finaliza no Caminhos de Pedra. É um pedal bem mesclado entre subidas e descidas, mas super possível de ser feito por pessoas que já têm uma experiência mediana.

Garibaldi

Já o trajeto considerado difícil pelos ciclistas é o pedal com saída de Bento Gonçalves até Garibaldi. Em 64,27 km de pedal, é possível conhecer Linha Araújo, São Pantaleão, Monte Barra Mansa, São José da Costa Real e voltar para Bento Gonçalves em 7h de pedalada. É preciso ter um bom condicionamento físico e treinos em dia para aguentar as subidas e descidas, em terrenos irregulares. Mas sempre tem as paisagens naturais para compensar.

E a dica extra de trilhas incríveis fica para a categoria só para experientes. A trilha de 112,54 km tem como itinerário Bento Gonçalves – Monte Belo do Sul – Santa Tereza – Muçum – Viaduto 13 – Dois Lajedos, pode ser feita em até 12h de pedaladas, contemplando a natureza. Todavia, vale o alerta de que é um percurso muito pesado, principalmente pela quantidade de ladeiras e subidas extensas.

Bicicleta em Bento Gonçalves: Speed

O ciclismo speed é bem diferente da proposta do ciclismo Mountain Bike (MTB). Ele é praticado nas estradas e ruas de asfaltos, ficando bem longe de trilhas mais roots, que exigem muito mais do ciclista ou da bike.

Neste caso, você também pode praticar este tipo de ciclismo em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. E nós selecionamos duas trilhas, uma mais fácil e outra nível moderada, para você apreciar e se aventurar pelas ruas.

Caminhos De Pedra – Barracão/Casa Da Ovelha

A primeira é considerada uma trilha fácil para bicicleta em Bento Gonçalves, que qualquer pessoa iniciante pode se propor a fazer. São apenas 6,33 km, em que há uma elevação de apenas 530 m. É um pequeno trecho que vai do caminho das pedras até o barracão/casa das ovelhas.

Vale dos Vinhedos

Enquanto a segunda é considerada nível moderado, ou seja, se você é iniciante vai precisar de mais determinação para concluir os 57,73 km para o vale dos vinhedos. Este é trajeto que sai de São Gonçalves, passa por Monte Belo e Santa Tereza até chegar em Muçum, com elevação máxima de 704 m.

Vale muito a pena, principalmente para quem adora um desafio e contemplar as paisagens naturais que tem por lá. Essa última dica, ao contrário da primeira, pode ser feita em 8h de pedaladas. Como falamos, exige mais condicionamento físico e determinação, em especial, se for iniciante.

Bicicleta em Bento Gonçalves: cicloviagem

Vamos falar de cicloviagem? Caso você nunca tenha ouvido falar no termo, a gente conta. O termo faz referência a viagens de longa distância que são realizadas com uma bike, como principal meio de transporte e o maior atrativo de viagem.

Foto: flickr.com/josé neydson

Neste quesito, temos duas indicações de trilhas para serem realizadas por Bento Gonçalves: a moderada e a só para experientes.

Bento Gonçalves

A moderada para bicicleta em Bento Gonçalves é para visitar a cidade Bento Gonçalves em si, indo desde vinícolas até o caminho de pedras. Ao todo, são 16,04 km, com uma elevação máxima de 640 m, que pode ser feita em algumas horas. É importante ressaltar que o trajeto tem ladeiras e alguns terrenos irregulares, por isso, exige treino e um ciclista mais treinado para enfrentar essas aventuras.

Bento, Veranopolis, vila Flores, Antonio Prado, Flores da Cunha, Caxias Do Sul, Farropilha e Bento G

A versão do cicloviagem só para experientes tem quase 200 km para a conta. São 177,7 km que exigem muito preparo físico, pois vai de Bento Gonçalves, passando por Veranópolis, Vila Flores, Antônio Prado, Flores de Cunha, Caxias do Sul, Farropilha para chegar novamente em Bento Gonçalves. Esse é um trajeto que precisa de condicionamento, pois são muitos km em ladeiras e subidas estressantes. Vale o treino antes de se arriscar nesta aventura.

Condicionamento físico e preparo mental

Nem todo mundo está preparado para fazer uma trilha de difícil execução, por isso, reconhecer os limites é indispensável nestes momentos, se você quer aprovetar sua bicicleta em Bento Gonçalves.

Se você é iniciante, nós sempre vamos indicar as trilhas de fácil execução – são aquelas que possuem menos km, menos ladeiras e subidas que exigem mais do seu corpo.

Ir progredindo e tentar alcançar novos marcos aos poucos é a melhor forma de se desafiar e evoluir ao mesmo tempo, sem sofrer com desgastes e impactos longos.

Antes de pegar a estrada e se aventurar em trilhas excelentes é preciso estar protegido de inúmeras situações que podem acontecer dentro deste trajeto, seja um acidente pessoal com você ou algum dano à sua bicicleta – de quebra, furtos e etc.

Por isso, antes de pegar uma road trip, faça a revisão na sua bike e a proteja de situações nada agradáveis. E é para isso que existe o seguro da Bike Registrada, para te proteger e assegurar que suas escolhas não vão estar desamparadas em momento nenhum. Para contratar o seu seguro é muito simples, basta acessar o nosso site e escolher o plano ideal para a sua realidade.

Artigos relacionados
Percursos e trilhas

Conheça a linda ciclovia no Largo de Garda

A linda ciclovia no Largo de Garda, localizada na Itália, é um dos destinos mais sonhados pelos…
Leia mais
Esporte e FitnessPercursos e trilhas

4 incríveis trilhas da Amazônia para pedalar

Quando o assunto é a Floresta Amazônica, o que se vêm a mente são as grandes árvores, rios…
Leia mais
Esporte e FitnessMTBPercursos e trilhasPreparação e práticaTreinos

Subida com inclinação em porcentagem de 10%…15%…5%, o que é?

Hoje vamos falar sobre uma das maiores dúvidas de quem pratica ciclismo na modalidade montauin…
Leia mais
Newsletter
Receba  novidades  do Bike Registrada

Receba toda semana matérias  e novidades do Bike Registrada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?