Ainda que muitos ciclistas achem que treinam toda vez que saem para pedalar, não é assim que as coisas funcionam no mundo do ciclismo. Desde a preparação para o pedal à chegada em casa, há diferenças das mais sutis às muito nítidas, entre as duas práticas. Confuso ainda sobre o que cada uma significa na teoria e na prática? É hora de entender de vez isso!

Para entender sobre o que cada prática corresponde, imagine que um treino é como trabalhar, enquanto que pedalar é como um hobby. No primeiro, temos metas, prazos, pressões e frustrações, e no segundo realizamos por diversão, passatempo, sendo algo mais prazeroso e descompromissado.

A partir dessa comparação vamos detalhar o que é cada uma dessas atividades. Continue lendo o artigo e descubra tudo sobre esse assunto curioso.

O que é pedalar?

De forma muito simples, pedalar é uma atividade descompromissada, sem a pressão de atingir alto desempenho, sem ritmo definido, velocidade média a ser atingida etc. Ou seja, essa prática é feita quando se pedala no parque, na cidade ou na praia, com a namorada ou o namorado, família e filhos.

Um pedal é sempre aquele em que o lazer, a diversão, a companhia de alguém, entre outras coisas que são ligadas mais ao prazer, são feitas.

Com isso, dá para perceber que, desde crianças até quem está na terceira idade, quando estão em cima da bike se divertindo, estão também pedalando.

Assim, quando uma pessoa sai de bicicleta para ir ao trabalho, ou andar nas ciclovias e ciclofaixas aos domingos, ela pedala. Esses são exemplos corriqueiros de usos da bicicleta, mas qualquer pedal que se assemelhe com eles vale como um simples pedalar.

O que é treinar?

Já treinar é quando se pedala em busca de alcançar um ou vários objetivos de performance, muito específicos. Seja aumentar o giro, a capacidade respiratória, melhorar a resistência, entre outros, um treino envolve metas a serem cumpridas — por isso a comparação a um trabalho.

O treino envolve desde a parte de planejamento, organizando as séries de treinos, tempo, intervalos, alimentação, ao descanso e treinos regenerativos. Assim, para cada objetivo existe um tipo de treino, que deve ter hora, prazo, tempo e forma correta de ser feito.

Há ciclistas que treinam especificamente para melhorar em subidas, outros realizam tiros etc. Podemos pensar também que os treinos devem ser constantes, já que as metas no ciclismo são alcançadas sempre a médio e a longo prazo.

Onde esses dois tipos de atividades se unem?

A forma como você pedala é o que vai dizer se você treina ou apenas se diverte. Fazer as duas práticas aumenta o desempenho físico, e mais do que isso, permite um equilíbrio entre cada exercício, o que resulta numa rotina diversificada de pedaladas.

O legal de conhecer a diferença entre cada uma dessas atividades é que você pode se planejar melhor para fazê-las e conhecer os dois mundos do pedal. Acredite, ambas ações se complementam, e um ciclista que treina e pedala de forma organizada consegue obter ótimas vantagens à saúde.

Dividir a semana com três a quatro dias de pedal, com treinos e pedais de descanso, fará com que uma atividade ajude a outra. Por exemplo, depois de treinos exaustivos, é preciso descansar, e pedalar é uma ótima maneira de fazer isso.

Os chamados treinos regenerativos “soltam as pernas”, e devem ser feitos como parte das preparações. Ou ainda, se pedalar percursos mais longos cansar muito, é hora de pôr um treino na rotina, para ter mais resistência.

Para os “ciclistas de final de semana” que querem entrar em um grupo de pedal, começar a treinar é o primeiro passo par conseguir acompanhar ritmos mais fortes. Já para os bikers experientes, que sempre avançam na performance, reservar um dia para pedalar com amigos, por diversão, será de grande ajuda para relaxar.

Assim tanto uma atividade quanto a outra se colaboram, mesmo sendo para diferentes fins!

Como você deve ter percebido, pedalar é uma atividade ligada ao prazer e felicidade enquanto treinar está associado a dor e esforço. O ciclismo é assim, e como em qualquer esporte, essas sensações sempre estarão na balança. Conhecer cada parte desse mundo esportivo ajudará suas pedaladas e treinos a ficarem melhores.

E você, já pensou se só treina ou pedala, ou faz os dois? Comente abaixo e se tiver uma dúvida sobre o assunto, diga também, que teremos prazer em responder!