O uso da bicicleta para realização de atividade física, lazer, esporte ou mesmo como veículo vem crescendo todos os dias. Além do prazer que uma boa pedalada proporciona, boa parte dessa popularização pode ser explicada pela simplicidade que a prática oferece. Afinal, basta subir na bike e sair por aí, certo?

No entanto, se é verdade que é muito simples começar a pedalar, é comum que os ciclistas cometam alguns erros, geralmente por não terem dado atenção a algumas dicas para ciclistas. Mas não pense que apenas os novatos são afetados por esse problema, já que pessoas experientes também enfrentam dificuldades nesse sentido.

E, claro, os erros acontecem em qualquer modalidade e atingem tanto os ciclistas urbanos quanto os que se dedicam aos treinos com frequência. Mas não se preocupe: neste post, vamos enumerar os erros mais comuns e apresentar dicas para ciclistas que desejam aprimorar sua técnica e pedalar cada vez melhor. Boa leitura!

1. Pedalar com uma postura incorreta

Esse erro pode ter diversas causas, mas geralmente é provocado por ajustes equivocados nos componentes da bike. Selim e guidão muito altos (ou baixos) são as causas mais comuns. As configurações de tamanho de quadro e rodas também são causadoras de postura incorreta. 

Quando isso acontece — geralmente, uma combinação errada desses ajustes — a consequência não é apenas desconforto, mas um alto risco de lesões provocadas por tensionamento e flexão inadequados de joelhos e pernas, além de uma inclinação de coluna pouco recomendada.

Existem dicas para ciclistas que ajudam a acertar na regulagem da bicicleta, mas se puder invista em um procedimento de bike fit, que garantirá que sua companheira estará plenamente adequada ao seu biotipo.

2. Ir além dos seus próprios limites

Especialmente quando se começa a tomar gosto pelo pedal, é normal querer superar barreiras e ir cada vez mais longe. Mesmo os ciclistas experientes não estão livres do “over training”, causa comum das mais diversas lesões.

Respeite seu organismo e mantenha um programa de treino consistente, porém não excessivo. Aprenda a descansar o suficiente entre uma pedalada e outra, proporcionando ao seu corpo o tempo para se recuperar após um pedal desgastante.

Por fim, aprenda a dosar o esforço, se acostumando ao ritmo antes do próximo passo. Assim, use o primeiro terço da pedalada para aquecimento, a parte seguinte para ditar um ritmo constante e o final para o esforço máximo.

3. Descuidar da alimentação e hidratação

Item chave para uma pedalada, a alimentação precisa receber atenção especial. Intuitivamente, você já sabe que deve evitar alimentos pesados e gordurosos antes do pedal, mas talvez desconheça a importância de se manter nutrido também durante a prática.

É claro que para passeios curtos — em torno de uma hora — não é necessário um cuidado tão rigoroso. Entretanto, caso seu plano inclua algumas horas de pedalada, cuide para se reabastecer com pequenas quantidades ao completar a primeira hora e depois a cada 15 ou 20 minutos.

A hidratação, por sua vez, precisa ser constante. Leve consigo uma porção generosa de água e outros líquidos recuperadores e não espere sentir sede para usá-la, bebendo com frequência durante todo o percurso.

4. Não levar consigo um kit de reparo

Mais comuns do que se imagina, os problemas mecânicos acabam frustrando muitos passeios ou treinos que prometiam ser fantásticos. Por isso, cuide para ter sempre à mão uma câmara extra e algumas ferramentas básicas para recuperar a bike e seguir caminho.

É claro que você não precisa ser um especialista em mecânica. No entanto, conhecer o essencial para pequenos ajustes pode fazer a diferença entre seguir adiante ou voltar pra casa empurrando a bicicleta.

5. Ser imprevisível

Dentre as dicas para ciclistas, essa é uma que não costuma receber muito destaque, embora seja essencial para evitar acidentes e válida para quem pedala acompanhado. Grupos de pedal costumam ter suas próprias regras e, naturalmente, você se acostumará a elas com o tempo. No começo, procure ficar na retaguarda e observar o comportamento dos demais.

Uma das mais frequentes causas de acidente são movimentos bruscos e que não conseguem ser previstos pelo grupo. Como pedalam todos muito próximos uns dos outros, uma mudança de direção ou freada sem a devida sinalização pode levar todos para o chão.

6. Não dar atenção às dicas para ciclistas

Você já deve ter lido, aqui mesmo em nosso blog, dicas para ciclistas que são bastante úteis e merecem ser observadas para uma pedalada de qualidade. Embora, às vezes, essas sugestões pareçam óbvias ou, em alguns casos, sem sentido prático, você verá que a rotina de ciclismo proporciona situações em que a informação prévia é essencial para terminar o percurso ou ainda evitar lesões e acidentes.

Nesse post, apresentamos 6 dos erros mais comuns que são cometidos por todos que pedalam. Gostou das dicas para ciclistas? Então compartilhe em suas redes sociais, para que seus amigos também fiquem bem informados e tenham uma pedalada de qualidade!