No mundo da bike, diferentes materiais disputam vantagens para se sobressair em qualquer pedal leve, e principalmente nos agressivos, como em trilhas de cross country, ou downhill. E os quadros de bike são as principais peças que apresentam várias opções de material, cada uma com características e qualidades únicas.

Além do quadro ser considerado a “alma da bicicleta”, já que ele é a estrutura central dela, é ele o responsável por grande parte do desempenho no pedal. Quanto mais aerodinâmico, leve, e resistente, mais facilidades o ciclista terá para pedalar por locais extremamente difíceis, sem sofrer!

Dependendo do tipo de pedal e terreno, há materiais que se saem muito melhores que outros. Conheça os principais materiais de quadros de bike e escolha o ideal para seus pedais! 

Os diferentes materiais de quadros de bike

Alumínio

É o material mais usado, tanto para a fabricação de quadros quanto de outras peças da bike, por seu custo relativamente baixo e por reunir boas vantagens.

Apesar do metal dar nome à maior parte dos quadros de bicicletas, ele é composto por aço e outros metais. Quadros de alumínio têm o diferencial de atingir pesos relativamente baixos, mesmo em modelos básicos.

O alumínio possui boa resistência a torções, baixa oxidação, e custo médio, mesmo para quem está disposto a ter uma boa bike sem desembolsar grandes valores. Isso o torna uma excelente aquisição para trilhas, estradas, viagens, e qualquer tipo de pedal em que a alta performance não esteja em primeiro plano!

Aço cromo-molibdênio

O material também conhecido tecnicamente como Cr-Mo, escrito em quadros de bike feitos com ele, é muito resistente!

O seu custo de fabricação é elevado, já que a dureza e resistência deste tipo de aço são altas, o que faz com que as máquinas e mão de obra para a sua produção, sejam custosas. O aço cromo é pesado em modelos básicos, e leve em avançados, mas igualmente resistente, o que o torna ótimo para quem busca pedais brutos e alta durabilidade da bike.

Até o começo dos anos 90 o cromo-molibdênio era muito usado em bikes, pois ele oferece a vantagem de se trabalhar com diferentes espessuras de tubos, e torná-lo mais leve. Hoje, o uso deste material em quadros de bicicletas está restrito à algumas bikes urbanas, modelos em edições limitadas, e bikes próprias para cicloturismo, ou bikepacking.

Fibra de carbono

A fibra de carbono é um material tão versátil que migrou do mundo das corridas de Fórmula 1, para as bikes; mantendo excelentes resultados principalmente em competições.

Este material é um dos suprassumos das bicicletas, por conseguir ser extremamente leve, moldável para qualquer formato, e ultra resistente. Apesar das altas vantagens a fibra de carbono ainda é um sonho de consumo para muitos ciclistas, por seu custo extremamente elevado.

No mundo da fibra de carbono não existe o básico, mas sim, peças feitas com alta tecnologia para o ciclista extrair o máximo da bicicleta em condições mais adversas possíveis. Com todos os benefícios deste material, o seu uso é melhor para quem busca alto desempenho ou simplesmente uma “bike peso pena”.

Titânio

Talvez este seja um material de quadro de bike desconhecido para muitos ciclistas iniciantes, mas está sempre no topo quando se trata dos melhores recursos para bicicletas.

O titânio é um metal nobre que se destaca pelo baixo peso e alta resistência. Além disso, ele é livre de corrosões, o que o torna imbatível em qualquer tipo de pedal, seja na chuva, lama, praia e estradas!

Como todo material de ponta seu custo é extremamente alto, o que o deixa seu uso muito restrito. Além de poucas empresas fabricarem quadros de bike de titânio, as poucas opções que existem são limitadas em tamanhos e modelos. Fora esta seleta parcela de bikes prontas, há os frame builders, profissionais que fabricam quadros com este material sob encomenda!

Escolher um destes materiais de quadros de bike hoje em dia é simples, já que o mercado oferece diversas opções, tanto para quem busca passear, quanto para quem rasgar as trilhas. O que deve ser levado em conta na hora de optar pelo material da peça, são suas necessidades como ciclista.

Qual destes materiais de quadros você achou mais interessante? Ou qual você pretende adquirir para deixar sua bike ainda melhor? Comente abaixo!

Mais uma dica, gostaria de se proteger de roubo de bicicleta? Então conheça o seguro do bike registrada que te protege contra o roubo de bikes!