Um dos sinais de que você passou para um nível acima no ciclismo é decidir começar a usar pedais de encaixe/clip. E nessa hora é preciso saber escolher esses equipamentos, que garantem mais desempenho na hora no pedal. Se você é do mountain bike ou do ciclismo de estrada, e vai fazer este upgrade, confira esse artigo!

O uso do pedal de encaixe/clip representa um grande avanço de performance de um ciclista. Além de essas peças serem objeto de desejo de vários entusiastas do pedal, elas, de fato, melhoram muito as pedaladas em trilhas e estradas.

E tanto para as mountain bikes quanto para as road bikes, há diferentes modelos destes pedais, com características e vantagens únicas. Por isso, antes de sair correndo para comprar os seus, é bom saber mais sobre cada!

Principais pedais de encaixe/clip para MTB

SPD

Pedais SPD

A japonesa Shimano criou seus pedais de encaixe/clip para mountain bikes em meados dos anos 1990, e que são referência para qualquer ciclista. O popular sistema SPD (Shimano Pedaling Dynamics) garante encaixe e desencaixe rápidos.

Além de ser um sistema robusto e com muita durabilidade, o grande diferencial desse produto da Shimano é o ajuste de tensão de molas. Com uma chave Allen é possível deixá-las mais rígidas ou flexíveis, para facilitar o encaixe e desencaixe das sapatilhas.

Fora isso, o SPD possui dois lados de encaixe, e em terrenos muito enlameados, pode acumular bastante sujeira, por ter um design ‘fechado’!

CLICK’R

Pedais CLICK’R

O outro sistema da Shimano, que foi só desenvolvido depois do aumento de uso de bicicletas nas cidades, e para atender bem os ciclistas iniciantes, é o CLICK’R.

Esse sistema utiliza uma estrutura similar ao SPD, mas com uma mola com pouca tensão e um design que garante tirar e colocar os pés dos pedais com facilidade. O CLICK’R é voltado ao uso urbano, em que o ‘tira e põe’ dos pés é mais frequente do que em trilhas longas, onde o ritmo de pedal é constante.

Eggbeater

Pedais Eggbeater

A criadora de um dos maiores ícones em pedais de encaixe/clip do mundo é a norte-americana Crankbrothers, que usa neles um design minimalista e funcional.

A marca destes pedais é o seu desenho, que oferece quatro lados de encaixe. Isso facilita o uso do Eggbeater por qualquer ciclista, apesar dele não contar com sistema de ajuste de tensão de mola.

Além da estrutura destes pedais ser feita de liga leve de alumínio, o que garante baixo peso, ele possui sistema de eixo com rolamentos. Mas, de ‘trilha em trilha’, é preciso fazer manutenção e até trocas destas peças!

ATAC

Pedais ATAC

Estes pedais são pouco conhecidos pela maior parte dos ciclistas, mas têm seu espaço. Da marca francesa TIME, o ATAC (Auto Tension Adjustment Concept) foi projetado para não acumular barro e sujeira, o que é essencial para um mountain biker.

O sistema de encaixe que o ATAC usa é feito por travas ‘retas’, nos dois lados, que impedem bastante o barro de se acumular na peça. São pedais desenvolvidos especialmente para o uso em trilhas e percursos cascudos!

S-Track

Pedais S-Track

O S-Track foi criado pela famosa marca francesa LOOK, com o propósito de também não acumular barro e sujeira. O sistema é feito com uma base quase reta e dois lados para encaixe, com ‘barras’ em que os tacos se encaixam.

São pedais desenvolvidos para o uso avançado e profissional, por serem muito leves!

Principais pedais de encaixe/clip para Speed

SPD

Pedais SPD

No ciclismo de estrada os pedais de encaixe/clip da Shimano também têm sistema SPD, mas com desenho diferente. O pedal tem formato de triângulo e base bastante larga e espessa, projetado especificamente para pedais em estradas, em que não há acúmulo de barro.

Os pedais SPD para road bikes também contam com ajuste de tensão de mola, e além disso, há a possibilidade de usar até três tipos de taco: vermelho, amarelo, e azul. Cada um com um nível de flutuação, ou seja, o quão travados seus pés ficarão nos pedais.

O taco vermelho é o que possui menor nível de flutuação, indicado para ciclistas mais experientes. Já o amarelo têm mais, o que é bom para iniciantes, e o azul é um meio termo, para ciclistas que não querem nem pés folgados ou presos demais!

KÉO

Pedal KÉO

Os pedais da LOOK para ciclismo de estrada são talvez os mais leves do mercado, desde os modelos de entrada. A base deles é bem larga, o que garante boa estabilidade principalmente em arrancadas e sprints, além de terem ajuste de tensão, que reforça o sistema.

A LOOK também divide seus tacos por cores, que representam diferentes tipos de flutuação: vermelho, preto, e cinza. O vermelho representa maior nível, enquanto o cinza é intermediário, e o preto quer dizer ‘pés 100% travados’!

Assim como cada sistema é exclusivo de cada marca, o taco — peça instalada na sapatilha para usar os pedais de encaixe/clip — também é. Então, não dá para usar um taco da Shimano com um pedal da LOOK, por exemplo. E quando você for usar os novos pedais deixe a tensão das molas no mínimo, para evitar quedas!

Agora que você sabe tudo sobre os pedais de encaixe/clip, é hora de entender mais sobre suas futuras parceiras de pedal. Leia nosso artigo completo sobre sapatilhas para bike!