Andar de bicicleta é um hobby de milhares de brasileiros — seja para pedalar de forma casual, ficar em contato com a natureza em trilhas ou com o objetivo de competir e superar os seus limites.

Porém, algo que acontecerá, mais cedo ou mais tarde, com quem pratica qualquer atividade física, é o cansaço muscular.  Por isso, neste artigo, vamos apresentar a você algumas dicas de como prevenir a fadiga ao andar de bicicleta.

Mantenha-se hidratado

Se você não sabe, alguns dos problemas que a desidratação pode desencadear em seu corpo são:

  • tonturas;
  • espasmos musculares;
  • aumento da temperatura do corpo;
  • dificuldades de concentração;
  • dores de cabeça.

Por isso, é de extrema importância que seja feita uma boa hidratação com a ingestão regular de líquidos.

Em longas distâncias, além da água, o corpo perde também alguns sais minerais presentes no suor e que devem ser repostos. Nesse caso, é recomendável tomar bebidas isotônicas, compostas por elementos que atuam fornecendo energia aos músculos, como, por exemplo:

  • sódio;
  • vitaminas;
  • minerais;
  • potássio;
  • carboidratos etc.  

Alimente-se corretamente

A alimentação tem um papel importante na prevenção da fadiga, principalmente no caso do ciclismo, que pode ser uma atividade extremamente desgastante. Para evitar submeter seu corpo a um desgaste desnecessário, mantenha uma dieta balanceada, antes, durante e após a pedalada.

Com o combustível correto, seu corpo vai funcionar — e se recuperar — da melhor forma possível.

Respire adequadamente

A respiração correta é de extrema importância, pois é nesse momento que seus pulmões fornecem oxigênio a todo o corpo. Para um ciclista, o controle da respiração possibilita uma maior precisão nos movimentos, elevando seu rendimento. Isso acarreta em um fôlego maior durante o trajeto e, consequentemente, reduz a fadiga.

Além disso, uma boa respiração auxilia em fatores emocionais como concentração, estresse e ansiedade.

Fique atento à sua postura

Algumas dores no corpo podem ser decorrência de uma postura incorreta ao pedalar. Uma bike desalinhada provoca sobrecarga mecânica, desencadeando problemas na lombar, nos joelhos, tornozelos e pés.

Por isso, invista em um equipamento de qualidade e que se ajuste ao seu tamanho, composição corporal, garantindo segurança e conforto. Acredite: escolher a sua bike ideal fará uma diferença considerável durante as pedaladas! Algumas escolhas erradas e incômodos no corpo podem até fazer você desistir de andar de bicicleta.

Invista em outras modalidades

Outras atividades físicas podem melhorar sua performance ou, até mesmo, ajudar a desenvolver outra habilidade que melhore seu desempenho e previna a fadiga na bike.

A natação é um esporte de baixíssimo impacto, já que não agride as articulações. Ela também proporciona a melhora da capacidade respiratória, elevando a circulação sanguínea e promovendo o relaxamento muscular.

Outra alternativa para elevar sua qualidade na pedala é o Pilates. O método trabalha seu corpo de forma completa, garantindo melhor:

  • condicionamento;
  • flexibilidade, coordenação;
  • equilíbrio.

Ele atua no fortalecimento muscular — principalmente da região abdominal (core) — ajudando a prevenir dores posturais e elevando a capacidade respiratória. 

Se você quer conhecer algumas dicas para reduzir a fadiga ao andar de bicicleta e otimizar a sua performance no ciclismo, para melhorar a qualidade da sua pedalada, confira o artigo que preparamos exatamente com este objetivo. Boa leitura e boas pedaladas!