Se você deseja misturar adrenalina e diversão, o ciclismo downhill é a melhor opção para unir esses dois elementos. Nesse esporte, as descidas em alta velocidade são de tirar o fôlego. Os caminhos estreitos e os obstáculos do trajeto são outros fatores que comprovam o quão fascinante e surpreendente é o downhill.

Neste post, você descobrirá como é a prova, como preparar a sua bike para esse momento especial, entre outros assuntos importantes.

Preparado? Vamos lá!

A prova

O downhill é uma das modalidades mais famosas do mountain bike. Aqui, é necessário ter atenção redobrada para encarar uma das variações mais radicais do ciclismo. A agressividade nas manobras e a potência das descidas são o cenário perfeito para testar sua experiência, coragem e adrenalina.

Desafios

Se o downhill fosse uma modalidade futebolística, certamente diríamos que o resultado desse esporte é uma “caixinha de surpresas”. Isso porque, em 2014, no campeonato mundial realizado na cidade norueguesa de Hafjell, o piloto inglês Gee Atherton garantiu o primeiro lugar no pódio nos segundos finais da competição.

O resultado foi conquistado depois que o ciclista Sam Hill perdeu o controle de sua bike e sofreu uma dura queda. Ele tinha 3 segundos de diferença em relação ao seu concorrente.

Locais de disputa

Conhecida por ser a primeira modalidade de mountain bike, o downhill é uma das categorias de ciclismo mais praticada em todo mundo. Além das pistas, as provas e os treinos são praticados nas montanhas, florestas, ruas e vielas das cidades.

Características da bike

Nem todas as bicicletas são indicadas para a prática de downhill, afinal, os modelos indicados para essa modalidade possuem características bastante específicas: o quadro é produzido em alumínio, aço ou carbono, por exemplo. Além disso, os tubos utilizados para a sua fabricação são, geralmente, mais largos e com soldas reforçadas.

Nas bikes de DH, é possível notar diferenças também em relação às suspensões. Aqui, os modelos mais comuns são denominados de “full suspension”, ou seja, têm suspensão traseira e dianteira. Essa particularidade é muito importante, pois diminui o impacto nas descidas acidentadas.

As magrelas de downhill possuem ainda uma capacidade de frenagem extra para garantir a sua segurança.

Atualmente, os freios a disco hidráulico são bastante utilizados, pois garantem o bom desempenho do ciclista e ajudam a bike a rodar mesmo que ocorra algum problema com o mecanismo de frenagem.

Hora da aventura

Precisamos ser sinceros: o downhill é uma modalidade que oferece alto risco de lesões, porém, quando praticado com segurança, certamente o seu percurso será mais tranquilo. Então, fique atento aos principais equipamentos que você não deve se esquecer.

  • Capacete fechado (Full Face): bastante parecido com os modelos utilizados pelos pilotos de motocross. Todavia, é mais leve e mais confortável;

  • Óculos: os modelos de tipo Goggles são semelhantes aos acessórios usados no motocross e esqui. Eles protegem os olhos com mais eficiência;

  • Luvas: traz segurança durante o trajeto e em caso de acidentes;

  • Bermudas: há modelos exclusivos para praticar downhill. Eles protegem a coxa e têm mais flexibilidade;

  • Colete: reduz o impacto de quedas.

Agora, que tal descobrir como preparar a sua bike para esse esporte? Veja abaixo os equipamentos necessários

  • Pneus: use pneus maiores, pois esse modelo aumenta a tração da magrela, traz conforto e resiste a impactos;

  • Travões: invista nos hidráulicos, pois exigem pouca força e obedecem aos seus comandos;

  • Quadros: opte por modelos leves e resistentes.

Acreditamos que você já está ansioso para enfrentar os desafios do ciclismo downhill. No entanto, antes de sair pedalando por aí, lembre-se de colocar as nossas dicas em prática para aproveitar cada momento com segurança.

E não deixe de seguir as nossas redes sociais para ter acesso a conteúdos exclusivos sobre o mundo da bike!

Ah! Acesse AGORA o Bike Registrada em https://goo.gl/7ebDG4 e proteja sua bike. É fácil e rápido.