Cada vez mais as pessoas têm procurado incluir as pedaladas na rotina, seja fazendo o exercício antes ou depois do trabalho. Essa prática tem crescido e é bastante comum ver grupos gradativamente maiores de ciclistas pelas ciclofaixas, avenidas e rodovias de diversas cidades do Brasil.

A segurança, contudo, é um dos principais fatores para pedalar em grupo, tanto para auxiliar em casos de acidentes quanto para diminuir as chances de situações de risco para os adeptos.

Se você pensa em se juntar a amigos para pedalar, é bom estar por dentro de algumas regras básicas para o bom desenvolvimento da atividade. Pensando nisso, neste post, selecionamos 5 dicas para que todos se saiam bem, veja:

1. Siga o líder

É importante o grupo de ciclistas elegerem um líder para ajudar nas coordenadas. Suas principais funções são ditar o ritmo, averiguar o caminho e momentos de parar ou seguir em frente quando houver muito trânsito.

Instruções na hora de atravessar ruas ou algumas sinalizações de parada e semáforos também são importantes. A melhor pessoa para ficar com essa tarefa é o ciclista mais experiente, que se sinta à vontade para guiar o restante dos praticantes.

2. Atente-se ao ritmo dos parceiros

A maior diferença entre pedalar sozinho e em grupo é o ritmo. Isso porque, quando o ciclista não está acompanhado, ele pode andar muito rápido ou devagar demais sem problema nenhum. Mas em grupo as coisas mudam.

A começar que não é recomendado deixar ninguém para trás, portanto, sinta qual é a velocidade padrão do grupo e atente-se em mantê-la. Caso seu ritmo seja totalmente diferente, nada impede de conhecer outros grupos de ciclistas.

3. Converse e sinalize sempre

Além dos alertas que o líder passará para todos do grupo, as simples sinalizações devem ser feitas sempre. Essa regra inclui avisar que um carro está se aproximando, advertir sobre buracos e até fazer perguntas para saber como estão os ciclistas próximos.

As orientações devem ser passadas uma por uma até que todos estejam informados, pois é quase impossível quem estiver na frente ser ouvido pelo último da fila.

4. Trace a rota e combine paradas para descansar

Antes do ponto de partida, reúna-se com seus parceiros para traçar o melhor caminho, pensando na segurança de todos. Deve-se levar em conta o trânsito local, evitar trechos esburacados e considerar a distância do percurso, que precisa ser adequada aos envolvidos.

Os pontos de paradas devem ser combinados e, assim, o grupo pode descansar, alimentar-se e se hidratar. Se for um dia muito quente, adicione mais paradas para o bem-estar de todos.

5. Tome atitudes seguras

Ao andar de bike, é preciso usar os equipamentos de segurança para seu próprio bem e nunca abrir mão deles. Além disso, quando estiver pedalando em grupo, fique sempre atento à distância de quem está a sua frente para não haver contatos entre os pneus.

Andar em filas duplas é a melhor opção. Entretanto, a atenção é dobrada para qualquer tipo de movimento que fuja do padrão, como desviar de buracos e outros imprevistos. Sendo assim, fique atento a avisos e sinalize as manobras que fará.

A maior vantagem de estar em grupo é contar com ajuda e solidariedade de todos para qualquer surpresa, desde problemas que possam vir da bicicleta ou mesmo o desgaste físico. 

Pedalar em grupo pode render grandes histórias e experiências, como conhecer novos lugares, viver momentos inesquecíveis e fazer amigos. Por isso, aposte nessa modalidade e aproveite para superar seus limites ao lado de parceiros!

Quer ler mais dicas como essas para pedalar em grupo e ficar por dentro das novidades? Assine nossa newsletter!