Melhorar o desempenho no pedal pelas trilhas exige também que sua bike acompanhe a evolução. E essa é a hora de considerar uma nova parceira de pedaladas, com peças melhores e que ofereçam mais recursos e segurança. Entre diversos modelos, separamos 4 modelos de bicicletas intermediárias para mountain bike bem equipadas. Conheça cada uma delas!

O que os modelos de bicicletas intermediárias para mountain bike devem ter?

Bikes intermediárias para MTB geralmente são equipadas com peças semelhantes, e entregam maiores performance e precisão no funcionamento. Grupos de marchas de 27 e 20 velocidades; suspensões e freios hidráulicos, e quadros leves, são alguns dos diferenciais das bikes dessa categoria.

Nesse ponto que você já sabe por quais trilhas e estradões vai pedalar, o que resta é escolher a melhor opção para o seu pedal. Então, confira todas as vantagens de cada uma destas 4 bicicletas intermediárias para mountain bike!

1. Caloi Explorer Expert (2019)

A Caloi Explorer Expert se mostra uma bike intermediária muito versátil e pronta para desafios de aventura.

A começar pelo grupo Shimano Alivio de 27 velocidades, uma boa aposta para enfrentar diversos tipos de terreno sem preocupações. Os freios hidráulicos da marca japonesa também são suficientes para segurar bem a bicicleta, em descidas mais fortes.

Além dos diferenciais, a suspensão Rock Shox XC 30 hidráulica, com 100mm de curso, garante mais estabilidade em percursos extremos. A ‘suspa’ ainda conta com trava remota, um ponto a se considerar quando a sua intenção é curtir todos os terrenos sem perder o ritmo.

Valor sugerido no site da Caloi: R$ 3599,00

2. Groove Ska 90 (2018)

A Groove Ska 90 une peças para bons desempenhos em trilhas de diferentes níveis de dificuldade.

Os destaques começam com o quadro de alumínio com tecnologia double butted — tubos de espessuras variáveis — e cabeamento interno. Assim o visual da bike fica mais limpo, e simplifica a lavagem e manutenção da bike!

O grupo de 27 marchas, com o câmbio traseiro Shimano Deore traz o sistema Shadow, que dá mais rapidez nas trocas e mantém a corrente bem esticada sempre. Os freios hidráulicos e a suspensão SR Suntour XCM de 100 mm de curso completam a configuração da bike.

Valor sugerido no site da Groove: R$ 3999,00

3. Groove Riff 50 SR (2018)

O outro modelo da brasileira Groove, de bicicletas intermediárias para mountain bike, é a Riff 50 SR.

Um dos principais pontos dessa bicicleta é seu peso, que atinge os 12,5 kg no tamanho M, segundo a fabricante. Isso é possível principalmente graças ao grupo Sram NX, de 11 velocidades. O uso desse sistema garante menos problemas especialmente em pedais no barro, e em singletracks e locais técnicos.

O alívio de peso também é feito pelo quadro leve, suspensão a ar e com trava remota Rock Shox 30 Silver, e pneus de kevlar. Os aros 29 da WTB ainda são preparados para uso sem câmara, o que é um bom upgrade para qualquer bike!

Valor sugerido no site da Groove: R$ 5599,00

4. Oggi Big Wheel 7.3 (2018)

A Oggi Big Wheel 7.3 se destaca entre as bicicletas intermediárias para mountain bike, por vir equipada com pedais de clip.

Além do diferencial, o grupo completo Shimano Deore garante um funcionamento conjunto, tanto de freios quanto de câmbios. As 20 velocidades, com um cassete de 11/42 dentes, são suficientes para subir terrenos íngremes sem faltar marcha!

Além disso, o câmbio traseiro conta com a tecnologia Shadow + (Plus) — uma trava que deixa o braço do câmbio mais rígido e evita que a corrente caia. A Big Wheel também é equipada com a suspensão a ar Manitou Markhor, com 100mm de curso e trava remota, e eixo boost — mais largo — que dá boa rigidez na dianteira.

Não há valor sugerido no site da Oggi, mas o custo médio do modelo Big Wheel 7.3 é de R$ 5799,00.

Como você viu, cada uma destas bikes conta com peças avançadas, que são suficientes tanto para treinos e até competições. Além disso, todos esses modelos são com aro 29, um padrão mundial no MTB hoje em dia, com vantagens comprovadas para o ciclista iniciante ao avançado.

O que vale na hora de escolher alguma destas bicicletas intermediárias para mountain bike é pensar nas suas necessidades de pedal, e seu orçamento. Uma vez que são máquinas mais robustas, a garantia de qualidade é alta para qualquer uma!

Já que você pretende fazer pedais mais fortes e continuar evoluindo no pedal, não deixe de acompanhar tudo sobre o mundo das bikes. Assine nossa newsletter e acesse conteúdos diferentes sempre!